No menu items!
18.7 C
São Paulo
segunda-feira, 22 julho, 2024

ViaQuatro e ViaMobilidade oferecem, no Mês da Consciência Negra, um panorama da arte produzida por designers, pintores e fotógrafos negros

No mês da Consciência Negra, a ViaQuatro e a ViaMobilidade, concessionárias responsáveis pela operação e manutenção das linhas 4-Amarela e 5-Lilás de metrô, respectivamente, oferecem aos passageiros, em suas estações, uma série de mostras com o objetivo de dar voz e visibilidade a artistas negros de São Paulo e de outros estados.

“Africanidades”, nas estações Paulista em novembro e em São Paulo-Morumbi na sequência, traz o trabalho fotográfico feito em estúdio por Morpheu Lyma. Ele mostra em retratos as belezas e as características de afrodescendentes da capital paulista.

Na Estação Higienópolis-Mackenzie, o público poderá conferir a mostra “Território”, com fotografias feitas por Achille de Paula, artista negra trans, não binária e periférica, residente no Parque Santo Antônio, bairro da periferia do extremo sul de São Paulo. Achille leva para o centro as vivências da população que mora em comunidades.

“A arte de juntar batida e rima” é a exposição de retratos feitos entre 2019 e 2021 por João Victor Medeiros. Na mostra – em cartaz em novembro na Estação Oscar Freire, o fotógrafo apresenta nomes do rap brasileiro em situações inusitadas.

Em “Qual é o pente que te penteia”, o público terá a oportunidade de ver imagens de penteados afros, tranças nagôs e box braids de diversos formatos, levando em consideração a resistência da identidade e a importância do cabelo para a população negra. Esta exposição pode ser conferida nas estações Higienópolis-Mackenzie e Faria Lima.

A artista Ellen de Melo é responsável pela mostra em “Qafetoteafeta”, em que apresenta fotografias de casais afrocentrados em situações de amor e afeto. Seu trabalho pode ser visto em novembro na Estação Higienópolis-Mackenzie e, em dezembro, na Estação Paulista.

A exposição com o tema “Identidade” traz fotos da população negra se identificando como sujeito de sua própria história, no que diz respeito ao conhecimento de sua identidade, suas origens, sua língua, suas conquistas e, acima de tudo, do processo de construção de suas descobertas e da felicidade de ser consciente de quem se é. Pode ser vista em novembro e em dezembro, nas estações Paulista e São Paulo-Morumbi, respectivamente.

Na Linha 5-Lilás, o artista Uberê comparece com “Cambada” (estações Alto da Boa Vista, Largo Treze e Adolfo Pinheiro). Com sua arte, ele expressa a relação que cultiva com sua ancestralidade e com os desdobramentos dela, em dor e beleza.

Na Estação Hospital São Paulo, também na Linha 5-Lilás, é possível conferir, em novembro, o trabalho de Vera Rocha, artista plástica, com “Afro Tons Meu Olhar”, exposição em que compartilha os sentimentos e aprendizados no complexo universo da negritude brasileira.

Serviço:

Na Linha 4-Amarela

“Africanidades”:

• Estação Paulista: de 5 a 30 de novembro

• Estação São Paulo-Morumbi: de 3 de dezembro a 3 de janeiro

“Território”:

• Estação Higienópolis-Mackenzie: de 5 a 30 de novembro

“A arte de juntar batida e rima”:

• Estação Oscar Freire: de 5 a 30 de novembro

“Qual o pente que te penteia?”:

• Estação Higienópolis-Mackenzie: de 5 a 30 de novembro

• Estação Faria Lima: de 3 de dezembro a 3 de janeiro

“Qafetoteafeta”:

• Estação Higienópolis-Mackenzie: de 5 a 30 de novembro

• Estação Paulista: de 3 de dezembro a 3 de janeiro

“Identidade”:

• Estação Paulista: de 5 a 30 de novembro

• Estação São Paulo-Morumbi: de 3 de dezembro a 3 de janeiro

Na Linha 5-Lilás

“Cambada”:

• Estação Alto da Boa Vista: de 5 a 30 novembro

• Estação Largo Treze: de 3 de dezembro a 3 de janeiro

• Estação Adolfo Pinheiro: de 5 a 31 de janeiro

“Afro Tons Meu Olhar”:

• Estação Hospital São Paulo: de 5 a 30 de novembro


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No...

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco legal brasileiro Pesquisa do Instituto Trata Brasil, divulgada na segunda-feira (15), mostra que a universalização do...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de Barros Filho destaca a importância do respeito à faixa de segurança Nos últimos cinco anos, 33.531...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No segundo final de semana de julho, mais de 200 mil pessoas visitaram o 25º Festival...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui