No menu items!
18.7 C
São Paulo
segunda-feira, 22 julho, 2024

Prefeitura ativa Operação Baixas Temperaturas, com dez tendas para atender à população em vulnerabilidade

Medida reforça atendimento à população em situação de rua durante as noites mais frias

Com a previsão de frio intenso nos próximos dias, a Prefeitura de São Paulo retoma a Operação Baixas Temperaturas (OBT), acionada sempre que os termômetros ou sensação térmica atingem 13°C ou menos.

De acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), da Prefeitura, a previsão é de que a chegada de uma frente fria provoque chuvas generalizadas, rajadas de vento e acentuado declínio das temperaturas nos próximos dias.

Sob a coordenação da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social (SMADS), dez tendas serão montadas em pontos estratégicos das cinco regiões da cidade para atendimento e acolhimento da população em situação de rua ou vulnerabilidade. Em 30 de abril foi publicada a portaria intersecretarial 514/2024, que estabelece o Plano de Contingência para Situações de Baixas Temperaturas, com vigência até 31 de outubro de 2024.

As tendas funcionam das 18h à 0h, e ofertam alimentos como sopa, pão, chocolate quente, chá e água. Além disso, são distribuídos cobertores e feitos os encaminhamentos para serviços de acolhimento da rede socioassistencial. As tendas contarão também com profissionais da saúde que farão a atualização vacinal dos atendidos, se necessário.

Quando as pessoas em situação de rua aceitam o acolhimento, é disponibilizado transporte até os serviços, respeitando sempre o perfil dos acolhidos (pessoa sozinha, com deficiência, famílias, idosos e população LGBTQIAPN+). Nos serviços, os atendidos têm espaços para pernoite, banho, jantar e café da manhã.

Durante a vigência da OBT haverá aumento de vagas em serviços da rede socioassistencial já existentes e criação de novos serviços para acolhimento emergencial. Até o momento, já estão disponibilizadas 1.200 vagas emergenciais e de acolhimento.

Endereços das tendas:

Região Central – Praça da República e Praça Marechal Deodoro;

Região Sul – Santo Amaro (Praça Floriano Peixoto, nº 54) e Capela do Socorro (Praça José Boemer Roschel);

Região Norte – Santana (Praça Heróis da FEB, s/n) e Vila Maria (Praça Novo Mundo);

Região Leste – Guaianases (Praça Presidente Getúlio Vargas, s/n), Itaquera (Rua Gilberto Gomes Mota, acesso à Avenida Jacu-Pêssego lado direito) e Mooca (Praça Cid José da Silva Campanella);

Região Oeste – Lapa (Rua do Curtume, s/n – esquina com Guaicurus).


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No...

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco legal brasileiro Pesquisa do Instituto Trata Brasil, divulgada na segunda-feira (15), mostra que a universalização do...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de Barros Filho destaca a importância do respeito à faixa de segurança Nos últimos cinco anos, 33.531...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No segundo final de semana de julho, mais de 200 mil pessoas visitaram o 25º Festival...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui