No menu items!
27.4 C
São Paulo
sexta-feira, 1 março, 2024

Prefeito Ricardo Nunes implanta 46,2 km de Faixa Azul em dezembro, a maior extensão já executada em um único mês

Os novos trechos contemplarão as avenidas Brigadeiro Faria Lima, Zaki Narchi, Luiz Dumont Villares, e outros


Durante o mês de dezembro, a Prefeitura de São Paulo vai implantar a maior extensão do projeto-piloto Faixa Azul: 46,2 km serão sinalizados para organizar o espaço compartilhado entre os automóveis e as motocicletas e pacificar e humanizar o trânsito da cidade. O trecho vai se somar aos 42,9 km do programa já executados. Com isso, a capital terá 89,1 km

No dia 4, serão contemplados os novos trechos das avenidas Brigadeiro Faria Lima (9,2 km), Zaki Narchi (3,6 km), Luiz Dumont Villares (5 km) e do Estado (8,2 km). Já no dia 18, será a vez das vias Jacu-Pêssego, Nova Trabalhadores e Vice-Presidente José de Alencar G. da Silva, que terá 20,2 km. Desde setembro, a gestão municipal ampliou o projeto-piloto em 20,4 km.

Pesquisa realizada pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) aponta que 96,9% dos motociclistas ouvidos percebem o projeto da Faixa Azul como benéfico para a mobilidade, 2,1% informaram que não e 1% não respondeu. Já a percepção dos motoristas como um projeto benéfico para a cidade fica em 87,3%; 7,6% responderam que não acham a iniciativa benéfica e 5,1% não responderam aos questionamentos.
A primeira via que recebeu o projeto Faixa Azul foi a avenida 23 de Maio, em 25 de janeiro de 2022 (5,5 km) que, após um ano, não identificou nenhum acidente fatal no trecho.

A via foi escolhida por ser uma via com grande utilização pelas motocicletas: 2.400 motos por hora, chegando a 50 mil ao dia. Por lá, nos anos anteriores à implantação, 78% dos sinistros registrados envolviam motos.
Nove meses depois, em 6 de outubro de 2022, foi implantado mais 17 km no eixo Bandeirantes – Afonso D’Escragnolle Taunay, sendo 8,5 km por sentido, por meio da (CET), com aval do órgão federal Secretaria Nacional de Trânsito (SENATRAN).

Em setembro e outubro de 2023, o trecho aumentou no Corredor Norte-Sul, com 1,8 km entre as avenidas Prestes Maia e a Tiradentes e mais 2,8 km, que contemplam as avenidas Santos Dumont, Rubem Berta e Moreira Guimarães, até o Viaduto Indianópolis.

Já no dia 6 de novembro, mais 6 km foram entregues nas avenidas Sumaré e Paulo VI e, mais recentemente, 5,8 km nas avenidas das Nações Unidas e 4,0 km na Miguel Yunes, totalizando 42,9 km do programa.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

ARTIGO | Cidadãos exigentes: tecnologia como ferramenta de eficiência no setor público

A adoção de IA e analytics no setor público tem causado uma evolução significativa na forma como o governo opera e toma decisões. Esta...

Mulher do Tocantins que desapareceu ao chegar a São Paulo é encontrada pelas câmeras inteligentes da Prefeitura

Sistema de reconhecimento facial, que prevê 20 mil câmeras instaladas em toda a cidade, começou a funcionar no dia 9 e localizou desaparecida 4...

Secretaria Executiva do Programa Mananciais entregará quase 8 mil unidades habitacionais até o final de 2024

O Programa Mananciais já beneficiou 21 mil famílias com obras de urbanização A Secretaria Executiva do Programa Mananciais / Secretaria Municipal de Habitação – SEHAB,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui