Grafiteiro pinta kombis em troca de doações de cestas básicas

0
67

Com o projeto Kombosas, motoristas de todo o Brasil dirigem até Caieiras para terem uma kombi personalizada. Como não cobra pela arte, o grafiteito Donizete Lima pede doações de cestas básicas para instituições


Usar da sua arte para ajudar o próximo.

Essa tem sido a missão do grafiteiro Donizete Lima, de 46 anos, morador de Caieiras, cidade da região metropolitana de São Paulo.

O seu projeto Kombozas consiste em grafitar kombis que circulam por vários lugares, como Araraquara e Sorocaba. Pessoas de outros Estados também já o procuraram para que ele pinte suas kombis.

E a pintura, onde acontece? Na sua casa. “Grafito as kombis em frente à minha casa devido à pandemia, essa foi uma forma de me adaptar. Os motoristas trazem suas peruas de todo o Estado de São Paulo e as customizo no mesmo dia”, explica Donizete.

Apesar de não cobrar pela arte, muitos motoristas começaram a oferecer um pagamento. Analisando a oportunidade e a situação do país, o grafiteiro mudou a oferta: ao invés de receber um pagamento pelo salário, ele pede doações de alimentos para ajudar instituições.

“Mobilizei os perueiros contemplados pelo projeto a transportarem alimentos de um ponto central de arrecadação para entidades ou para famílias necessitadas da região. Continuo não aceitando dinheiro, mas sugiro que eles contribuam com cestas básicas ou auxílio com o transporte”, diz o grafiteiro.

Depois de cinco meses de projeto e várias kombis grafitadas, cerca de 150 cestas básicas já foram transportadas para instituições.

“Pretendo atingir uma meta de 50 kombis pintadas para ter a chance de entrar para o Guinness Book (livros dos recordes) como o artista urbano que mais customizou kombis no mundo”, revela o artista.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.