No menu items!
18.7 C
São Paulo
segunda-feira, 22 julho, 2024

Exercício físico e tempo seco: especialistas relatam quais são os cuidados essenciais neste período

Para aliviar a sensação de ardência nos olhos e nariz, tenha sempre à mão soro fisiológico

O ar seco tem castigado várias regiões do Brasil. Neste período, muitos incômodos podem acontecer, como: garganta seca, irritação nos olhos e nariz, alergias respiratórias, e em alguns casos, sangramento pelo nariz.  Durante a prática esportiva, podem ocorrer ainda desidratação e hipertermia.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) orienta que índices inferiores a 60% não são adequados para a saúde humana. Segundo CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), São Paulo registrou o mês de junho mais seco dos últimos 29 anos, com umidade relativa variando entre 30% e 20%.

Os personal trainers Vivi Guareze e o nutricionista Mario Feijó da Bodytech Iguatemi Campinas selecionaram algumas dicas para ajudar a amenizar os efeitos do tempo seco.

Melhor horário para treinar

O ideal, durante o período seco, é treinar em ambientes fechados, onde a temperatura ambiente é controlada e se pode contar com a ajuda de profissionais gabaritados. Se a opção for o treino ao ar livre, realize a atividade antes das 9 horas ou depois das 17 horas. Não corra ou faça exercícios perto de carros, pois os níveis de poluentes são muito altos nos corredores de tráfego, prefira os parques.

“Durante a atividade física, o corpo necessita da sudorese para controlar a elevação da temperatura corporal. A baixa umidade do ar faz o suor evaporar rapidamente, acarretando um desequilíbrio e causando desidratação e fadiga. É importante prestar atenção aos sinais enviados pelo corpo: se sentir qualquer alteração no ouvido, na garganta ou no nariz durante o exercício, pare a atividade imediatamente. Tenha cuidado redobrado!”, orienta Vivi Guareze.

Cuidados com o treino

Utilize boné, protetor solar e óculos de sol.

Use roupas leves e de cores claras; camisas de poliamida são as mais indicadas para a prática de atividade física.

Esfrie as extremidades do corpo como o pescoço e o pulso utilizando água. Não jogue água diretamente na cabeça para evitar um choque térmico.

Hidratação & Alimentação

Todos sabem que é importante ter uma alimentação saudável e balanceada para manter o bom funcionamento do corpo. Para tanto, é necessário incluir no cardápio: verduras, legumes e frutas. Durante o período de baixa umidade do ar, é essencial redobrar os cuidados com a hidratação.  “Beba muita água, ela ajuda a eliminar substâncias indesejadas e toxinas do organismo. Vale lembrar que não é necessário sentir sede para beber água”, alerta Mario Feijó.


 SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No...

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco legal brasileiro Pesquisa do Instituto Trata Brasil, divulgada na segunda-feira (15), mostra que a universalização do...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de Barros Filho destaca a importância do respeito à faixa de segurança Nos últimos cinco anos, 33.531...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No segundo final de semana de julho, mais de 200 mil pessoas visitaram o 25º Festival...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui