No menu items!
19.5 C
São Paulo
domingo, 23 junho, 2024

82% das áreas ambientais de São Paulo mantêm elevado índice de preservação, revela Informe Urbano

Estudo avaliou as transformações ocorridas durante 15 anos nas zonas ambientais


Mais de 80% das áreas ambientais da cidade de São Paulo têm um alto índice de preservação. É o que aponta o estudo Informe Urbano 55, realizado pela Coordenadoria de Produção e Análise de Informação (GEOINFO), da Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento (SMUL). Para chegar a essa conclusão, os técnicos analisaram as alterações de uso do solo ocorridas no período de 2002 a 2017 nas zonas ambientais demarcadas na capital.

As áreas ambientalmente demarcadas representam cerca de 38% do município de São Paulo, ou seja, 57,6 mil hectares. Desse total, 82% (47 mil hectares) não apresentaram transformações construtivas durante os 15 anos avaliados. Isso significa dizer que são áreas de elevado índice de preservação.

Em uma porção bem menor (11%), o estudo identificou algum grau de alteração ao longo desse período. São elas: aumento de edificações e supressão ou degradação florestal. Para chegar a essas constatações, foram estudadas imagens de satélite.

Nas áreas ambientais em que o estudo detectou transformações, é possível apontar que parte delas ocorreu pela mudança de uso dessas regiões para fins urbanos por meio de loteamentos e infraestruturas viárias.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Mobilidade é acesso, mas quais são seus desafios para um futuro próximo?

Encorajar comportamentos sustentáveis é um dos principais pilares e urgências quando falamos em mobilidade, um tema tão atual e que precisa de especial atenção...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui