No menu items!
28.1 C
São Paulo
sexta-feira, 1 março, 2024

Vitrine do Polo de Ecoturismo de São Paulo é inaugurada no Mercado de Pinheiros

O projeto tem como objetivo a promoção e comercialização dos produtos da região de Parelheiros e terá duração de 90 dias


A Vitrine do Polo de Ecoturismo de São Paulo foi inaugurada nesta terça-feira (23), no Mercado Municipal de Pinheiros. Nela, os visitantes terão acesso à exposição, degustação e comercialização de produtos artesanais produzidos pelos agricultores locais. É também propósito da Prefeitura fomentar o ecoturismo e desenvolver a agricultura familiar, sustentável e orgânica na região.

Segundo Ivanilton Pereira, o Dodô, assessor técnico de Desenvolvimento Sustentável da CCDS, e que trabalhou diretamente na concepção do espaço: “Este local reúne um mix de produtos e serviços com foco na promoção da economia circular, o que gera emprego e renda a pequenos empreendedores e fortalece o crescimento de uma outra modalidade de turismo na capital, com uma pegada de desenvolvimento sustentável – compromisso do Plano de Metas da Gestão Ricardo Nunes “

“Estamos trazendo para dentro do Mercado de Pinheiros o que nós temos de melhor do ponto de vista da agricultura, artesanatos, produtos naturais e sustentáveis que existem em Parelheiros, uma região que conta com mais de 500 agricultores que produzem produtos naturais, agroecológicos e ecológicos, e fazemos isso para mostrarmos às pessoas que passam pelo Mercado de Pinheiros que Parelheiros também tem turismo, teremos aqui uma agência de passeios para divulgar isso, pois muitos não sabem o que o extremo sul da cidade tem”, declarou Carlos Fernandes, secretário executivo de Segurança Alimentar, Nutrição e Abastecimento.

O Polo de Ecoturismo de São Paulo é rico em natureza, cultura e economia criativa. Além de sítios com produção orgânica, a região conta com diversos empreendedores que produzem geleias, cachaças, licores e antepastos, feitos com produtos típicos da Mata Atlântica; frutas desidratadas; meliprodutos; bordados, artesanato e arte ecológica sustentável; cosméticos naturais (sem testes em animais); produtos orgânicos certificados; funghi e derivados; legumes e verduras orgânicas; PANCs (plantas alimentícias não convencionais); compostos orgânicos, entre outros itens, todos feitos artesanalmente, na região mais ecológica da cidade.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

ARTIGO | Cidadãos exigentes: tecnologia como ferramenta de eficiência no setor público

A adoção de IA e analytics no setor público tem causado uma evolução significativa na forma como o governo opera e toma decisões. Esta...

Mulher do Tocantins que desapareceu ao chegar a São Paulo é encontrada pelas câmeras inteligentes da Prefeitura

Sistema de reconhecimento facial, que prevê 20 mil câmeras instaladas em toda a cidade, começou a funcionar no dia 9 e localizou desaparecida 4...

Secretaria Executiva do Programa Mananciais entregará quase 8 mil unidades habitacionais até o final de 2024

O Programa Mananciais já beneficiou 21 mil famílias com obras de urbanização A Secretaria Executiva do Programa Mananciais / Secretaria Municipal de Habitação – SEHAB,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui