No menu items!
19.2 C
São Paulo
terça-feira, 21 maio, 2024

Vencedores de competição para catar lixo em São Paulo participam da final no Japão

Startup acelerada pela Prefeitura vai destinar material coletado na operação para usinas recicladoras


A equipe vencedora da primeira edição brasileira do SPOGOMI, que conseguiu coletar e separar a maior quantidade de lixo, recebeu um prêmio de R$ 5 mil e, ainda, terá a oportunidade de viajar ao Japão para participar da etapa global, com a viagem toda paga. A operação foi realizada no domingo (28), com a largada no Centro de Inovação Verde Bruno Covas – Hub Green Sampa, onde também foi o ponto de encontro final, a pesagem e a premiação. Durante o evento, 81 participantes, divididos em 27 trios, coletaram, na região de Pinheiros, 179 quilos de lixo, sendo 5,400 quilos apenas de bitucas de cigarro.

Após a realização da operação, todo o lixo foi recolhido pela startup Green Mining, acelerada na primeira edição do Programa Green Sampa, e que será responsável pela triagem, rastreabilidade, pesagem e destinação para usinas recicladoras de todo o material reciclável coletado. A startup atua com uma tecnologia de Logística Reversa Inteligente para recuperar embalagens pós-consumo de forma eficiente e trazê-las de volta para o ciclo de produção. O sistema de rastreabilidade garante que todo o material coletado seja enviado para reciclagem.

“Apoiar iniciativas como estas é fundamental, pois podemos abordar assuntos como a conversação de recursos naturais, questões de limpeza urbana, diminuição da poluição, além de promover a educação ambiental. Outra preocupação do poder público que tem como meta promover a geração de empregos verdes e tornar a Capital cada vez mais sustentável”, declarou o secretário em exercício de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Armando Junior.

A competição foi desenvolvida pela ONG Nippon Foundation, com foco em sustentabilidade e responsabilidade social. Na etapa brasileira, o SPOGOMI é realizado pela Agência Geek+ e a empresa B2F, com correalização da Ade Sampa (Agência São Paulo de Desenvolvimento), entidade ligada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho. O projeto foi idealizado em 2018 e o nome se dá pela junção das palavras japonesas “SPO”, que significa esporte, e “GOMI”, que significa lixo.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Aquático-SP é inaugurado e deve beneficiar 385 mil moradores da Zona Sul

Na operação assistida, das 10h às 16h, a expectativa...

CEU Campo Limpo terá extensão de Etec no segundo semestre de 2024

Cursos técnicos serão administrados pelo Centro Paula Souza O CEU...

Festival Sesc Culturas Negras apresenta mais de 80 atividades em 27 unidades

A programação reforça as celebrações do dia 25, Dia...

Aquático-SP é inaugurado e deve beneficiar 385 mil moradores da Zona Sul

Na operação assistida, das 10h às 16h, a expectativa é atender 3 mil passageiros por dia com os dois barcos O Aquático-SP, primeiro transporte hidroviário...

CEU Campo Limpo terá extensão de Etec no segundo semestre de 2024

Cursos técnicos serão administrados pelo Centro Paula Souza O CEU Campo Limpo ganhará a extensão da Etec Carolina Carinhato Sampaio, com o curso de Recursos...

Festival Sesc Culturas Negras apresenta mais de 80 atividades em 27 unidades

A programação reforça as celebrações do dia 25, Dia Mundial da África Divulgação foto André Frutuôso Entre os dias 22 e 26 de maio, acontece o...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui