Setembro Amarelo | Conheça os postos de atendimentos públicos que a prefeitura disponibiliza

0
12

Ansiedade e depressão podem levar ao suicídio, conheça os órgãos públicos que atendem casos psicológicos


Ansiedade e depressão são problemas muito comuns na vida de qualquer ser humano, a vida é feita de altos e baixos, precisamos nos acalmar quando estamos exageradamente felizes por qualquer que seja o motivo, uma promoção no trabalho, conquistas pessoais, ou quando conquista aquela pessoa que você é muito afim… Se precisamos nos conter pra não deixar a felicidade subir a cabeça, imagina com a situação oposta… pois é…

O mês de setembro ficou muito marcado com o slogan Setembro Amarelo, onde é comum haver mobilizações ao tema ‘suicídio’, você já parou pra pensar o que leva alguém a cometer suicício? São várias combinações de fatores na vida do indivíduo que leva a tal ato, e não importa cor, classe, parentesco, profissão, ou qualquer outro fator, o suicídio acontece e precisamos sempre manter a mente aberta para se conscientizar e também cuidar do próximo.

Ajudas com terapias, arte, esporte, ou qualquer outro elemento que ocupe a mente de uma pessoa em depressão é um bom primeiro passo para ajudar. Pensndo nisso, separamos locais organizados pela Prefeitura para que você possa sinalizar e ajudar alguém, ou ajudar a você mesmo!

CAPS

Atualmente, a rede municipal possui 97 Centros de Anteção Psicossocial (CAPS) que estão distribuídos em toda capital paulista, as unidades são consideradas a porta de entrada para o atendimento à saúde mental na Secretaria Municipal de Saúde.

O CAPS escuta os cidadãos que procuram ajuda e participam da construção de Projeto de Terapêutico Singular, que é elaborado considerando sua história de vida, problemáticas e necessidades. Para ter acesso ao endereço e saber o mais próximo da sua residência, clique aqui.

CECCOs

Os Centros de Convivência e Cooperativa (CECCO) tem o intuito de favorecer a aproximação e a convivência entre a população, tendo como base a diversidade de pessoas, incluindo pessoas com transtornos mentais, com deficiência, idosos, crianças, adolescentes, pessoas em situação de rua, entre outros.

De acordo com suas habilidades, gostos e necessidades, o munícipe pode ser direcionado para atividades esportivas, culturais e artísticas. As oficinas promovem novos encontros e relações, o compartilhamento de experiências, o desenvolvimento de novas habilidades, que pode ser uma nova fonte de renda e lazer.

São Paulo conta com 24 CECCOs, que funcionam de segunda a sexta, não é necessário ter um encaminhamento ou agendamento para ser atendido. Para conferir os endereços clique aqui.

CVV

Se você está enfrentando um momento difícil ou reconhece sintomas de depressão, falar é a melhor solução. O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza voluntariamente atendimento de apoio emocional e de prevenção ao suicídio, todos os dias, 24 horas. A ligação é gratuita e sigilosa, pelo número 188.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.