No menu items!
14.2 C
São Paulo
segunda-feira, 22 julho, 2024

Secretaria da Pessoa com Deficiência já capacitou 22,3 mil pessoas de 136 municípios do Estado em Libras

Professores surdos ensinam a Língua Brasileira de Sinais aos alunos ouvintes de maneira prática e interativa


A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo já qualificou 22,3 mil pessoas de 136 municípios do Estado na Língua Brasileira de Sinais (Libras) através do Curso de Libras, que é online e gratuito. Voltado a pessoas com e sem deficiência, quatro professores surdos ensinam os alunos sobre a identidade e cultura surda, o alfabeto, sinais pessoais, cumprimentos e saudações, gramática, entre outros tópicos.

O curso foi criado em 2019 e as aulas são ministradas via plataforma Zoom, em parceria com o Centro de Tecnologia e Inovação (CTI). São dez aulas para a turma do período noturno, que acontece durante a semana, e sete aulas para a turma de sábado. A carga horária é de 40 horas, divididas em 30 horas de aulas ao vivo e 10 horas extras desenvolvidas ao longo do curso. Para obter o certificado de participação é necessário ter frequência mínima de 75% das aulas ao vivo, e atingir média final 5,0 ou superior.

“Os cursos de Libras são importantes porque fomentam a inclusão dos surdos do Estado e os inserem na sociedade. Nosso foco é minimizar as barreiras comunicacionais que estas pessoas ainda encontram”, destaca o coordenador do programa e intérprete de Libras, Edilson de Andrade.

No geral, o conteúdo programático do curso aborda os seguintes temas: O que é libras; Identidade surda; Cultura surda; Comunicação: surdo x ouvinte; Regionalismos na libras; Sistema de notação da libras; Alfabeto manual; Sinais pessoais; Cumprimentos/saudações; Condições climáticas; Advérbios de tempo e calendário; Singular e plural; Animais; Expressões faciais; Materiais escolares e de escritório; Pronomes pessoais, possessivos, demonstrativos e interrogativos; Números: cardinais e quantidades; Dias da semana; Família; Sentimentos; Horas/duração; Ambientes da residência; Localidades; Direção/perspectiva; Meios de transporte; Profissões; Documentos, Verbos e Configurações de mão.

As inscrições abrem mensalmente e são divulgadas nas redes sociais e no site da Secretaria (Home – Secretaria da Pessoa com Deficiência ).


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Os impactos das redes sociais na formação de crianças e adolescentes

Com alguns cuidados simples é possível fazer o uso equilibrado e responsável dessas tecnologias O uso excessivo de celular e redes sociais pode ter diversos...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui