No menu items!
19.2 C
São Paulo
terça-feira, 21 maio, 2024

Residências Inclusivas dão suporte para pessoas com deficiência conquistarem autonomia

Serviço de acolhimento dispõe de 14 unidades com 269 vagas


Mais do que garantir auxílio e desenvolver a autonomia, as Residências Inclusivas, que fazem parte da rede de acolhimento da Prefeitura, são o suporte para jovens e adultos com deficiência entenderem o sentido de liberdade e oportunidades de aprendizado. Atualmente, existem 14 unidades, com 269 vagas de acolhimento de pessoas sem vínculos familiares ou com vínculos fragilizados e que não possuem condições de autossustentabilidade ou de gerir a própria vida. A unidade mais recente foi inaugurada no dia 25 de julho, em Pinheiros – a primeira da região, na Zona Oeste.

É nessa unidade que M.I.A.S., de 19 anos, vive com seu irmão gêmeo há cerca de duas semanas e já se sente integrada. “Aqui eu tenho a liberdade de desenvolver meus sonhos e habilidades”, explica.

Devido ao incentivo da equipe técnica no desenvolvimento da autonomia, M. compartilhou com o serviço uma paixão e um grande talento: confeccionar suas próprias bijuterias. M. ensina aos outros acolhidos a arte de criar os próprios acessórios desde sua chegada ao equipamento.

“Já tem algum tempo que faço e achei interessante trazer para os outros aprenderem. Eu os ensino e até os rapazes querem aprender”, destaca.

Esse formato de acolhimento, ofertado pela Proteção Social Especial (PSE) de alta complexidade, busca potencializar as estratégias de inclusão social de pessoas com deficiência e daquelas em situação de rua. O serviço funciona de forma ininterrupta e atende, na mesma residência, pessoas acima de 18 anos com diferentes tipos de deficiência, respeitando as questões de gênero, idade, religião, raça e etnia, orientação sexual e situações de dependência.

As RIs têm o propósito de romper com a prática do isolamento, de mudança do paradigma de estruturação de serviços de acolhimento para pessoas com deficiência em áreas afastadas ou que não favoreçam o convívio comunitário. As residências são adaptadas, com estrutura física adequada, localizadas em áreas residenciais da cidade e dispõem de equipe especializada e metodologia adequada para prestar atendimento personalizado e qualificado, proporcionando cuidado e atenção às necessidades individuais e coletivas.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Aquático-SP é inaugurado e deve beneficiar 385 mil moradores da Zona Sul

Na operação assistida, das 10h às 16h, a expectativa...

CEU Campo Limpo terá extensão de Etec no segundo semestre de 2024

Cursos técnicos serão administrados pelo Centro Paula Souza O CEU...

Festival Sesc Culturas Negras apresenta mais de 80 atividades em 27 unidades

A programação reforça as celebrações do dia 25, Dia...

Aquático-SP é inaugurado e deve beneficiar 385 mil moradores da Zona Sul

Na operação assistida, das 10h às 16h, a expectativa é atender 3 mil passageiros por dia com os dois barcos O Aquático-SP, primeiro transporte hidroviário...

CEU Campo Limpo terá extensão de Etec no segundo semestre de 2024

Cursos técnicos serão administrados pelo Centro Paula Souza O CEU Campo Limpo ganhará a extensão da Etec Carolina Carinhato Sampaio, com o curso de Recursos...

Festival Sesc Culturas Negras apresenta mais de 80 atividades em 27 unidades

A programação reforça as celebrações do dia 25, Dia Mundial da África Divulgação foto André Frutuôso Entre os dias 22 e 26 de maio, acontece o...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui