No menu items!
28.1 C
São Paulo
sexta-feira, 1 março, 2024

Programação de férias com pets: como aproveitar o verão em segurança

Especialista em comportamento animal traz dicas para lidar com o calor crescente


As férias de verão são um momento especial para aproveitar ao lado da família, e isso inclui nossos amigos de quatro patas. Cleber Santos, CEO da Comport Pet e especialista em comportamento animal, compartilha dicas para garantir que suas férias com o pet sejam seguras e agradáveis, seja em casa, na praia, na piscina ou em viagens.

“Os animais não transpiram pela pele como os humanos e sim pelo focinho, coxim (a ‘almofadinha’ da pata), boca e barriga. Por isso, precisamos ter cuidados especiais. Alerta para animais de focinho curtos, que têm mais dificuldade de respiração”, explica Santos.

Alguns cuidados gerais, nessa época, devem ser diferentes do restante do ano. Para Santos, o cuidado com o calor é um fator que merece atenção redobrada nesse verão, dado que estamos enfrentando as piores ondas de calor em todo o planeta.

Algumas dicas para o calor extremo:

Proteção Solar: aplique protetor solar específico para pets em áreas sem pelos, como focinho, barriga e orelhas. A exposição ao Sol também afeta nossos animais e pode causar câncer de pele neles (sim, eles também são suscetíveis a isso). Importante: não passe protetor solar de humanos, existem opções específicas para que o animal possa lamber e não se intoxicar.

Cuidado na tosa: muitos tutores aproveitam as férias de verão para tosar seus pets a fim de “aliviar” a sensação térmica do bichinho, mas os pelos de cães e gatos são também são a sua proteção solar.

Calor pode levar o pet ao óbito: jamais deixe seu pet em um local fechado como um carro ou quarto de hotel sem ar-condicionado e sem ventilação.

Água a cada 20 a 30 min: ofereça água fresca a cada 20 ou 30 minutos. Em dias de calor extremo, a desidratação pode ocorrer rapidamente, então tenha sempre dentro de casa (e nos passeios) potes e recipientes de água fresca espalhados pela casa ou na mochila, ou dê a eles cubinhos de gelo ou frutas congeladas para se refrescarem.

Dê banho com mais frequência: está liberado dar um banho por semana, pois isso refresca e alivia o calor do seu pet. Lave-o com água em temperatura ambiente e não deixe de secá-lo bem com um secador em temperatura média.

Alimentação diferente: Nessas condições quentes, os cães costumam se alimentar pior. Para o especialista, uma dica geral é investir em uma alimentação mais palatosa, fresca e úmida. As comidas naturais são sempre uma ótima opção para eles.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

ARTIGO | Cidadãos exigentes: tecnologia como ferramenta de eficiência no setor público

A adoção de IA e analytics no setor público tem causado uma evolução significativa na forma como o governo opera e toma decisões. Esta...

Mulher do Tocantins que desapareceu ao chegar a São Paulo é encontrada pelas câmeras inteligentes da Prefeitura

Sistema de reconhecimento facial, que prevê 20 mil câmeras instaladas em toda a cidade, começou a funcionar no dia 9 e localizou desaparecida 4...

Secretaria Executiva do Programa Mananciais entregará quase 8 mil unidades habitacionais até o final de 2024

O Programa Mananciais já beneficiou 21 mil famílias com obras de urbanização A Secretaria Executiva do Programa Mananciais / Secretaria Municipal de Habitação – SEHAB,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui