No menu items!
25.1 C
São Paulo
quarta-feira, 12 junho, 2024

Programa Fábricas de Cultura lança campanha sobre o impacto do projeto junto à população das periferias

Filme desenvolvido pela produtora Coop Films faz um balanço do último ano das oito unidades gerenciadas pela Poiesis – Organização Social de Cultura


O Programa Fábricas de Cultura, da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, está lançando uma campanha audiovisual para celebrar as novidades do último ano, quando foram inauguradas duas novas unidades: Osasco e Iguape, cujas atividades são focadas para as artes e tecnologia; e o lançamento dos projetos Núcleo de aprofundamento de Moda com base em Jardim São Luís, no extremo da zona sul de São Paulo, e do FOLIA – Formação livre e desenvolvimento nas Artes Circenses na unidade Vila Nova Cachoeirinha, distrito da zona norte. Em 2022 cerca de 300 mil pessoas circularam por mais de 2.900 atividades artísticas e culturais, e mais de 400 cursos beneficiaram 15,8 mil jovens moradores de diversas periferias da cidade de São Paulo, de Diadema, Osasco e Iguape.

Esse é o mote do vídeo que será exibido em todas as plataformas digitais do Programa, Youtube, Instagram e Facebook, bem como nas unidades. Produzido pela Coop Films e com imagens captadas durante as diversas atividades, o filme mostra o impacto das Fábricas de Cultura na vida dos jovens frequentadores e das suas famílias.

A campanha também destaca que, durante 2022, as Bibliotecas das Fábricas de Cultura receberam mais de 121,5 mil pessoas; os Estúdios de áudio realizaram 500 sessões de atendimento para 4 mil pessoas e colaboraram na finalização das mais de 600 faixas, entre elas, músicas, podcasts, poesia e trilhas para espetáculos cênicos; e 168 jovens retomaram as aulas presenciais, se apresentaram em espetáculos e mostras pelo Núcleo Luz, projeto artístico-pedagógico do Programa que tem a Dança como instrumento de transformação social.

Como Programa da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas, as Fábricas de Cultura cada vez mais atendem às demandas das regiões onde atuam. “Fazemos cultura para todos, nas Fábricas os aprendizes descobrem como as artes transformam e inspiram a maneira como vivemos. Temos espaços abertos e flexíveis projetados para estimular a criatividade e a expressão artística, na dança, música, circo, audiovisual e teatro, além de incorporar as produções culturais com as linguagens tecnológicas”, destaca Marília Marton, secretária da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

“Nesta nova campanha é possível ver como o Programa Fábricas de Cultura colabora para a formação de milhares de jovens, dialogando com a vivência cultural de cada território onde estão inseridas, e cumprindo o objetivo de fomentar a produção artística local e o protagonismo dos frequentadores”, descreve Renzo Dino Rossa, diretor geral das oito Fábricas de Cultura gerenciadas pela Poiesis.

Para mais informações sobre a trajetória e os serviços oferecidos pelas unidades Brasilândia, Capão Redondo, Jaçanã, Jardim São Luís, Vila Nova Cachoeirinha, Diadema, Osasco e Iguape – gerenciadas pela Poiesis – acesse o site do programa Fábricas de Cultura.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Escola Politécnica desenvolve chipset inovador para Internet das Coisas

Dispositivo coloca o Brasil na mesma página da tecnologia...

Projeto Galeria Amazônia e Seus Afluentes impacta 260 mil pessoas

Projeto leva a arte urbana de São Paulo para...

ARTIGO | Dia Mundial do Meio Ambiente: Restauração de terras, desertificação e resiliência à seca

A iniciativa Nutrientes para a Vida se une, nesse dia 5 de junho, a milhões de pessoas em todo o mundo para celebrar o...

Escola Politécnica desenvolve chipset inovador para Internet das Coisas

Dispositivo coloca o Brasil na mesma página da tecnologia global, de acordo com o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação A USP anunciou um chipset...

Projeto Galeria Amazônia e Seus Afluentes impacta 260 mil pessoas

Projeto leva a arte urbana de São Paulo para comunidades da Amazônia Durante 30 dias, artistas de variadas vertentes navegaram pela bacia amazônica para promover...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui