No menu items!
22.3 C
São Paulo
quinta-feira, 18 agosto, 2022

Profissionais de Educação Física em todo o Estado poderão aconselhar uso de suplementos

Foi concluído que os profissionais estão aptos para aconselhar sobre suplementos


O Conselho Regional de Educação Física de São Paulo (4ª Região) reconheceu que o profissional do setor tem formação para “aconselhar, informar e esclarecer” praticantes de exercícios físicos sobre uso de suplementos alimentares. A aplicação da medida é válida apenas para o estado de São Paulo.

O reconhecimento vale somente para suplementos que estejam “exclusivamente relacionados” a esse tipo de prática, conforme descrito na Resolução nº 151, publicada no Diário Oficial da União de hoje (12).

Segundo a resolução, o profissional de educação física com formação em bacharelado ou licenciatura tem a formação exigida para aconselhar, informar e esclarecer sobre a área de suplementos alimentares.

De acordo com a resolução, informações e esclarecimentos sobre suplementos alimentares exigem “pleno conhecimento técnico do assunto”, e cabe ao profissional ter responsabilidade ética, civil e criminal quanto aos efeitos dos suplementos na saúde dos praticantes.

O texto diz também que é vedado a esses profissionais “prestar qualquer aconselhamento, informação ou esclarecimento” sobre produtos que usem via de administração que não seja a oral, bem como de medicamentos ou produtos que incluam em sua fórmula substâncias que não atendam às exigências para produção e comercialização regulamentadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“O aconselhamento e incentivo ao uso dos recursos ergogênicos farmacológicos por profissional de educação física representa infração ética e pode caracterizar crime contra a saúde pública”, informa a resolução, ao informar que não faz parte das atribuições desses profissionais qualquer proposição ou planejamento de dieta e plano alimentar. Nesse sentido, diz ainda a resolução, o que pode ser feito pelo profissional de educação física é apenas indicar um “profissional habilitado” para a elaboração de dieta ou plano alimentar. Fonte: EBC


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Ampliação do Projeto Faixa Azul é liberada pela Secretaria Nacional de Trânsito

A CET foi autorizada a realizar o projeto piloto...

SPTrans desenvolve campanha de combate ao racismo no transporte público

A ação pretende ir além do ambiente ônibus e...

Ampliação do Projeto Faixa Azul é liberada pela Secretaria Nacional de Trânsito

A CET foi autorizada a realizar o projeto piloto em outros locais A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) foi autorizada pela Secretaria Nacional de...

SPTrans desenvolve campanha de combate ao racismo no transporte público

A ação pretende ir além do ambiente ônibus e envolver toda a sociedade A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Executiva de Transporte...

Reciclagem de uniformes antigos viram cobertores para doação em ação do Grupo Mirassol

Mais de 300kg de peças não usadas foram revertidos em cobertores a serem doados Nesta semana vivemos uma grande invertida no tempo, tornando o clima...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui