No menu items!
18.7 C
São Paulo
segunda-feira, 22 julho, 2024

Nelson Mandela é homenageado com show online interativo

Multiartista premiado no Brasil e no exterior, Muato celebra o legado do ícone na luta contra o racismo no projeto “AfroLove Songs ou A Canção Urbana de Amor Política” domingo dia (18) a partir das 20h


Se vivo estivesse, Nelson Mandela faria 103 anos no dia 18 de julho. Para homenagear a sua figura e o seu legado na luta contra a discriminação e a segregação racial, o multiartista Muato realiza a próxima live do projeto “AfroLove Songs ou A Canção Urbana de Amor Política”. A apresentação acontece no domingo, a partir das 20h, e será uma experiência multiplataforma interativa, integrando Youtube, Instagram, Whatsapp e Zoom. Premiado no Brasil e no exterior, Muato é cantor, compositor, ator, multi-instrumentista, diretor e produtor musical.

  • Homenagear Nelson Mandela faz muito sentido para o projeto justamente porque reafirma o lado político dessas canções de amor. É um movimento que aponta para o amor em todas as escolhas, o amor como força transformadora, como energia de ação. De alguma forma, o amor está sempre presente e nada melhor do que jogar luz na figura desse grande ícone para exaltar isso – revela Muato. Além das composições do projeto, o público também entrará em contato com criações elaboradas especificamente para essa homenagem. Para participar da experiência completa, acesse www.muato.com.br/experience

Trama de amor, resistência, versos e ritmos

“AfroLove Songs ou A Canção Urbana de Amor Política” é uma série musical e poética sobre o amor preto e a interferência das questões político-sociais na forma de se viver os amores. Conectado com diversas artistas, como Carol Dall Farra, Vitória Rodrigues e Nara Couto, o projeto integra clipes, lives e um repertório com criações próprias regidas por formatos diversos de Love Songs temperados com uma poesia imagética e um flerte estético entre a Canção Brasileira, o Hip-Hop, o Pop e o Jazz.

Em paralelo, o artista realiza uma intervenção artística pela cidade, colando trechos de suas composições no cenário urbano através da técnica popularmente conhecida como “Lambe lambe”, com arte de Alonso Martinez e logomarca de Raquel Alvarenga. Pelos muros cariocas, estão espalhadas frases como “Eu não tenho um sonho, eu tenho um plano”, “Viver o amor é um pós-guerra” e “O sol tipo flecha na fresta aquece na alma o que resta”, levando poesia e reflexão no contexto pandêmico.

Sobre Muato

Um dos artistas mais talentosos da nova geração da MPB, o cantor, compositor, multi-instrumentista, ator, diretor e produtor musical Muato é de Vila Isabel – bairro do subúrbio carioca famoso por revelar ícones da nossa cultura, como Noel Rosa, Martinho da Vila e Carlos Dafé – e iniciou sua trajetória no estudo da música de concerto, mas foi muito além, se destacando pela sua atuação em diversas funções e intervenções artísticas. É diretor musical de espetáculos teatrais e vencedor do prêmio APTR pela canção de “OBORÓ, Masculinidades Negras”. Fundou a Orquestra de Pretxs Novxs, que estreou em 2019 com o espetáculo “Reza”, realizando as composições, arranjos e direção musical da peça, dirigida por Carmen Luz, além de estar em cena como ator. Atuou em produções aclamadas por público e crítica, como “Andança – Beth Carvalho”, “Cartola – O Mundo é um Moinho”, “Rio Mais Brasil – O Nosso Musical”, “Dona Ivone Lara – Um Sorriso Negro” e “Quando a Gente Ama”. Como produtor musical, foi premiado na Europa pelo Awards Deutscher Rock & Pop Preis 2019, ganhando nas sete categorias indicadas, entre elas, “Melhor Disco de World Music”, “Melhor Disco de Pop Latino” e “Melhor Arranjo”. Recentemente, assinou a direção e produção musical, composição e percussão corporal do espetáculo teatral “O Pequeno Herói Preto”.

A sua musicalidade o faz transitar pelos universos do teatro, cinema, música, poesia e artes visuais, sempre imprimindo personalidade através da sua identificação com a expressividade afrodiaspórica contemporânea. Uma das suas marcas registradas é a utilização de recursos vocais não convencionais, a percussão vocal e o violão de 8 cordas em uma linguagem de muita improvisação. Coleciona parcerias com nomes como Isabel Fillardis, Robertinho Silva, Cristovão Bastos, Clarice Assad, Pedro Ivo Frota e Sid Ferreira.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No...

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco legal brasileiro Pesquisa do Instituto Trata Brasil, divulgada na segunda-feira (15), mostra que a universalização do...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de Barros Filho destaca a importância do respeito à faixa de segurança Nos últimos cinco anos, 33.531...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No segundo final de semana de julho, mais de 200 mil pessoas visitaram o 25º Festival...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui