No menu items!
18.7 C
São Paulo
segunda-feira, 22 julho, 2024

Museu da Língua Portuguesa abre o projeto Estação Férias – Palavra com Raiz no dia 9 de julho, feriado em São Paulo

Instituição funcionará normalmente durante o feriado prolongado no Estado de São Paulo, com gratuidade no sábado e domingo. Às segundas, o Museu é fechado

Estreia no dia 9 de julho, terça-feira, feriado no Estado de São Paulo, o projeto Estação Férias – Palavra com Raiz. Trata-se da principal atividade das férias do meio do ano no Museu da Língua Portuguesa. Até 28 de julho, sempre de terça a domingo, das 10h às 17h, crianças de todas as idades e suas famílias terão acesso a brincadeiras e oficinas que dialogam com o tema da exposição temporária Línguas africanas que fazem o Brasil. Aos fins de semana, haverá apresentações artísticas de dança, palhaçaria e capoeira, entre outras.

O público não precisará pagar nada para participar da Estação Férias – Palavra com Raiz. Tampouco para entrar, aos sábados e domingos, nos espaços expositivos do Museu e visitar a exposição permanente e a mostra temporária – nos outros dias da semana, o ingresso custa R$ 24 (inteira) e R$ 12 (meia). Crianças até 7 anos não pagam.

De terça a sexta-feira

Durante a Estação Férias – Palavra com Raiz, às terças e quintas-feiras, às 10h30 e às 14h30, o público terá acesso ao conto Histórias de um mundo nem tão distante assim; e às 11h30 e às 15h30, à história Kauara.

Às quartas e sextas-feiras, as histórias contadas serão Nuang: Caminhos da Liberdade, com uma oficina de criação dos cabelos das mulheres da tribo Nuang (às 10h30 e às 14h30); e Escada, com uma oficina de escrita de cartas (às 11h30 e às 15h30)

Fim de semana

Aos sábados e domingos, sempre às 11h, haverá performances artísticas.

No dia 13 (sábado), o convidado será o Afoxé Omi Aiye, que fará uma apresentação de dança afoxé. No dia 14 (domingo), o grupo KalungaErê mostra o espetáculo Cacuriá Brincadeiras Encantadas.

No segundo fim de semana, as atrações serão: dia 20 (sábado), a Cia Dundú com o espetáculo de palhaçaria Sede de que?, e dia 21 (domingo), o Grupo Afro Babalotim com a coreografia Sou Negra Raiz.

Para fechar a programação, no último fim de semana de julho, nos dias 27 e 28, o coletivo Gingaê Camará sai em cortejo e realiza roda de capoeira no sábado. No domingo, promove uma intervenção com as danças maculelê e jongo.

Exposição temporária

A mostra temporária Línguas africanas que fazem o Brasil apresenta a presença do iorubá, fon, quicongo e outras línguas de África no português falado no Brasil. Para isso, o curador do projeto, o músico e filósofo Tiganá Santana, se vale de experiências audiovisuais e interativas e também obras de arte.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No...

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco legal brasileiro Pesquisa do Instituto Trata Brasil, divulgada na segunda-feira (15), mostra que a universalização do...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de Barros Filho destaca a importância do respeito à faixa de segurança Nos últimos cinco anos, 33.531...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No segundo final de semana de julho, mais de 200 mil pessoas visitaram o 25º Festival...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui