No menu items!
21.6 C
São Paulo
quarta-feira, 17 abril, 2024

Mulher do Tocantins que desapareceu ao chegar a São Paulo é encontrada pelas câmeras inteligentes da Prefeitura

Sistema de reconhecimento facial, que prevê 20 mil câmeras instaladas em toda a cidade, começou a funcionar no dia 9 e localizou desaparecida 4 dias depois


Uma mulher do Tocantins que estava desaparecida havia 12 dias foi encontrada nesta terça-feira (13) perambulando por ruas do entorno da Rodoviária do Tietê, na Zona Norte, graças ao Programa Smart Sampa, um sistema que usa tecnologia de reconhecimento facial e teve sua operação iniciada pela Prefeitura no dia 9 de fevereiro. No total, 20 mil câmeras dotadas de inteligência artificial serão instaladas em toda a cidade.

A mulher, de 39 anos, saiu do seu Estado natal no dia 1º e deveria ir para a casa de parentes na capital paulista, mas nunca apareceu. Preocupados, os familiares começaram a buscar informações e acionaram os serviços da Prefeitura, como a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDH) e a Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU).

O sistema emitiu um alerta para os agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) três dias depois do cadastro da mulher. Agentes em viaturas foram acionados, com um profissional da SMDH, e a encontraram desorientada no entorno da rodoviária. A mulher foi encaminhada a UBS mais próxima e identificada por um familiar

“Esse é o primeiro caso de sucesso e estamos muito contentes com esse primeiro serviço prestado, por conseguirmos dar essa resposta positiva para a sociedade”, disse o secretário-adjunto da SMSU, Alcides Fagotti Junior.

O Programa Smart Sampa terá 20 mil câmeras instaladas em toda a capital. Os equipamentos com inteligência artificial permitirão a integração de órgãos municipais como secretarias de saúde, assistência Social, direitos humanos, transporte, além de outros órgãos de segurança do país.

A gestão municipal irá investir R$ 9,8 milhões mensais com objetivo de trazer mais segurança e proporcionar melhores serviços para os cidadãos.

Com sistema de reconhecimento facial dos equipamentos, será possível auxiliar na busca de pessoas desaparecidas e também procurados pela Justiça. Neste método, o sistema considera somente detecções com no mínimo 90% de paridade nos casos de pessoas foragiras. As que estiverem abaixo desse parâmetro serão automaticamente descartadas pela plataforma, não gerando nenhum alerta. Isso é um diferencial do Programa em relação a outras iniciativas, que são criticadas por possuírem apenas um processo de disparo automático de notificações sem procedimento de análise prévia.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Capital conta com atividades de empreendedorismo nos coworkings da Prefeitura

A rede Teia oferecerá durante todo o mês palestras,...

IR 2024: aplicativos falsos podem roubar dados de contribuintes

Receita Federal alerta sobre malwares e especialistas dão dicas...

Passageiros de SP pagam tarifa mais barata com Cartão Fidelidade; veja como funciona

Com o bilhete, que pode ser adquirido nas postos...

Capital conta com atividades de empreendedorismo nos coworkings da Prefeitura

A rede Teia oferecerá durante todo o mês palestras, cursos, oficinas e diversas outras ações gratuitas para a população Os Teias estão com nova programação...

IR 2024: aplicativos falsos podem roubar dados de contribuintes

Receita Federal alerta sobre malwares e especialistas dão dicas de como evitar cair em golpes Com o início da temporada de declaração do Imposto de...

Passageiros de SP pagam tarifa mais barata com Cartão Fidelidade; veja como funciona

Com o bilhete, que pode ser adquirido nas postos de atendimento, é possível economizar até R$ 0,66 por viagem Os passageiros que utilizam o transporte...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui