No menu items!
24.8 C
São Paulo
quinta-feira, 25 julho, 2024

Mulher do Tocantins que desapareceu ao chegar a São Paulo é encontrada pelas câmeras inteligentes da Prefeitura

Sistema de reconhecimento facial, que prevê 20 mil câmeras instaladas em toda a cidade, começou a funcionar no dia 9 e localizou desaparecida 4 dias depois


Uma mulher do Tocantins que estava desaparecida havia 12 dias foi encontrada nesta terça-feira (13) perambulando por ruas do entorno da Rodoviária do Tietê, na Zona Norte, graças ao Programa Smart Sampa, um sistema que usa tecnologia de reconhecimento facial e teve sua operação iniciada pela Prefeitura no dia 9 de fevereiro. No total, 20 mil câmeras dotadas de inteligência artificial serão instaladas em toda a cidade.

A mulher, de 39 anos, saiu do seu Estado natal no dia 1º e deveria ir para a casa de parentes na capital paulista, mas nunca apareceu. Preocupados, os familiares começaram a buscar informações e acionaram os serviços da Prefeitura, como a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDH) e a Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU).

O sistema emitiu um alerta para os agentes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) três dias depois do cadastro da mulher. Agentes em viaturas foram acionados, com um profissional da SMDH, e a encontraram desorientada no entorno da rodoviária. A mulher foi encaminhada a UBS mais próxima e identificada por um familiar

“Esse é o primeiro caso de sucesso e estamos muito contentes com esse primeiro serviço prestado, por conseguirmos dar essa resposta positiva para a sociedade”, disse o secretário-adjunto da SMSU, Alcides Fagotti Junior.

O Programa Smart Sampa terá 20 mil câmeras instaladas em toda a capital. Os equipamentos com inteligência artificial permitirão a integração de órgãos municipais como secretarias de saúde, assistência Social, direitos humanos, transporte, além de outros órgãos de segurança do país.

A gestão municipal irá investir R$ 9,8 milhões mensais com objetivo de trazer mais segurança e proporcionar melhores serviços para os cidadãos.

Com sistema de reconhecimento facial dos equipamentos, será possível auxiliar na busca de pessoas desaparecidas e também procurados pela Justiça. Neste método, o sistema considera somente detecções com no mínimo 90% de paridade nos casos de pessoas foragiras. As que estiverem abaixo desse parâmetro serão automaticamente descartadas pela plataforma, não gerando nenhum alerta. Isso é um diferencial do Programa em relação a outras iniciativas, que são criticadas por possuírem apenas um processo de disparo automático de notificações sem procedimento de análise prévia.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

O cuidado com a saúde mental nas empresas

Cuidar da saúde mental dos colaboradores sempre foi necessário,...

DETRAN-SP cede veículos para curso de salvamento do Corpo De Bombeiros

Veículos são utilizados nas aulas práticas e treinam novos...

Estudo aponta impacto negativo de mudanças climáticas na agricultura

Uso de insumos pode contaminar água e contribuir para...

O cuidado com a saúde mental nas empresas

Cuidar da saúde mental dos colaboradores sempre foi necessário, mas, de uns tempos para cá, tornou-se essencial para a sustentabilidade das empresas e para...

DETRAN-SP cede veículos para curso de salvamento do Corpo De Bombeiros

Veículos são utilizados nas aulas práticas e treinam novos integrantes da corporação O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP), órgão vinculado à Secretaria...

Estudo aponta impacto negativo de mudanças climáticas na agricultura

Uso de insumos pode contaminar água e contribuir para escassez hídrica Os dados consolidados do Sumário para Tomadores de Decisão do Relatório Temático sobre Agricultura,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui