No menu items!
17.3 C
São Paulo
domingo, 23 junho, 2024

Levantamento aponta que trafegar na Faixa Azul é até 20 vezes mais seguro para motociclistas

Com vias inaugurados no dia 29 de abril, capital já conta com 98,2 km de faixas, equivalente à distância entre São Paulo e Campinas

As Faixas Azuis que vêm sendo implantadas pela Prefeitura colaboram para o aumento da segurança dos motociclistas que trafegam nas vias da cidade de São Paulo que já receberam a sinalização. Na Avenida dos Bandeirantes, trafegar na Faixa Azul foi 20 vezes mais seguro do que fora dela. É o que mostram os dados dos últimos levantamentos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), que indicam o número de acidentes pela taxa de severidade. Os dados foram coletados nas avenidas 23 de Maio e Bandeirantes, que têm faixas para motos desde 2022.

Na Avenida 23 de Maio, a taxa de severidade dentro da faixa ficou em 4,68. Fora da Faixa Azul, essa taxa foi de 14,35, número três vezes maior do que dentro dela, ou seja, é três vezes mais perigoso circular fora dessa sinalização.

Na Avenida Bandeirantes, a diferença é ainda maior. A taxa para os acidentes dentro da faixa foi de 1,22, enquanto fora dela, a taxa de severidade foi de 24,72. Portanto, na Bandeirantes, de acordo com a última medição, que leva em conta os dados coletados entre outubro de 2022 e janeiro de 2024, foi 20 vezes mais seguro trafegar dentro da Faixa Azul do que fora dela.

Ainda não há uma taxa de severidade para outras avenidas, pois a CET ainda está analisando os dados das demais vias que receberam a Faixa Azul e vai atualizar a metodologia para cumprir uma alteração nas exigências da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran).


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Mobilidade é acesso, mas quais são seus desafios para um futuro próximo?

Encorajar comportamentos sustentáveis é um dos principais pilares e urgências quando falamos em mobilidade, um tema tão atual e que precisa de especial atenção...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui