No menu items!
19.4 C
São Paulo
sexta-feira, 24 maio, 2024

Kwai e Fundação Capitão Planeta trabalham em conjunto pela conscientização e defesa do meio ambiente 

No perfil oficial da série “Capitão Planeta” e na página especial no app, os usuários terão acesso a discussões ambientais sobre a crise climática e conteúdos inéditos no Brasil


Sucesso na década de 90, o desenho “Capitão Planeta” inovou ao ser uma série que tinha como tema principal a defesa do meio ambiente, assunto que merece cada vez mais atenção, já que, para 2023, de acordo com a ONG Global Footprint Network, o planeta já esgotou os recursos renováveis que a Terra é capaz de oferecer no curso de um ano. 

Pensando em contribuir com a conscientização e dar espaço para a causa, neste Dia do Combate à Poluição, celebrado em 14 de agosto, o Kwai, app de criação e compartilhamento de vídeos curtos, com o apoio da organização Fundação Capitão Planeta, convida seus usuários e a sociedade para que possam ser os novos “Protetores”, como eram chamados os personagens que uniam seus poderes para convocar o super-herói, cujos poderes são alimentados pelos elementos da natureza e que se enfraquece quando exposto à poluição. 

No perfil oficial do “Capitão Planeta” e na página especial da parceria no Kwai, os usuários da plataforma poderão relembrar os episódios das três primeiras temporadas, acompanhar entrevistas com pessoas que se destacam em discussões ambientais sobre a crise climática, curiosidades sobre a série, além de um episódio do desenho em formato de storyboard inédito no país. Serão mais de 100 episódios e conteúdos originais publicados no perfil oficial do seriado.

“Para o Kwai, é uma honra e uma grande oportunidade trabalhar com a Fundação Capitão Planeta. Queremos engajar os usuários cada vez mais em temas atuais e relevantes, como a questão climática e a preservação do meio ambiente, e, dessa forma, contribuir para a causa e ajudar a conscientizar cada vez mais pessoas sobre a importância da pauta sustentável”, comenta Claudine Bayma, diretora-geral do Kwai Brasil.

A Fundação Capitão Planeta também possui programas, como a “Planeteer Alliance”, uma comunidade global que conecta e apoia jovens ativistas ambientais e agentes da transformação, de idade entre 10 e 25 anos, de todos os países. No fim de julho, o programa recebeu jovens de 23 diferentes lugares, inclusive, do estado do Ceará.

Além disso, o ativista brasileiro Luciano Frontelle, se aproximou de Barbara Pyle, co-criadora e diretora executiva da série, em 2012, quando fazia parte do coletivo Clímax Brasil, e foi reconhecido como um “Protetor”. Desde então, a partir da conferência da ONU Rio+20, passou a usar a figura do Capitão Planeta como estratégia para falar sobre a crise climática de forma leve e inspirar os jovens. Atualmente, é diretor-executivo da ONG Plant-for-the-Planet e, por também trabalhar junto à Fundação Barbara Pyle, atuará colaborando na coordenação da campanha e dos conteúdos dentro do Kwai. 

“Por mais de 32 anos, a Fundação Capitão Planeta tem trabalhado de forma colaborativa para envolver e capacitar os jovens a serem solucionadores de problemas para o planeta. Agora, por meio da Planeteer Alliance, a Fundação aumentou ainda mais a sua crença de que os jovens são a chave para um futuro mais sustentável e equitativo para todos!”, afirma Leesa Carter-Jones, presidente & CEO da Fundação Capitão Planeta.


- Patrocinado -

Últimas

Saiba como doar parte do Imposto de Renda para ajudar vítimas da cheia

Quem já entregou documento este ano pode fazer declaração retificadora Divulgação Foto Agência Brasil Além das doações diretas de água, mantimentos e roupas ao Rio Grande...

No Vaticano, Ricardo Nunes fala da necessidade de comprometimento dos governantes no combate às mudanças climáticas

Prefeito de São Paulo é um dos 20 prefeitos em todo o mundo convidados pelo Papa Francisco a falar de ações de sustentabilidade Em sua...

Cia. Madeirite Rosa apresenta espetáculo infanto-juvenil “Pro Mundo Virar” no Capão Redondo

De forma sensível e poética, o espetáculo convida crianças e adolescentes a refletirem sobre presentes no cotidiano A Cia. Madeirite Rosa (@madeiriterosa ) está realizando...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui