No menu items!
20.8 C
São Paulo
quinta-feira, 20 junho, 2024

Hackathon ODS premia três soluções inovadoras em R$ 30 mil

Grupos desenvolveram ideias para cumprir Agenda 2030 da ONU


A segunda edição do Hackathon Virada ODS premiou três soluções inovadoras, tecnológicas e sustentáveis que trouxeram ideias que contemplaram as metas da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). A atividade, que contou com uma premiação total de R$ 30 mil, foi realizada no Centro de Inovação Verde Bruno Covas – Hub Green Sampa, neste final de semana, e foi uma iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Relações Internacionais e Agência São Paulo de Desenvolvimento (Ade Sampa), ligada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, com apoio da ONU Brasil.

“O hackathon é um instrumento perfeito para que possamos encontrar, de maneira prática e rápida, soluções para as principais problemáticas do setor público e privado, promovendo cada vez mais o desenvolvimento econômico sustentável da cidade”, declara a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

Esta edição da maratona hacker girou em torno de sete eixos prioritários: Mudanças Climáticas; Combate ao racismo; Saúde mental; ESG; Acessibilidade e inclusão; Democracia e desigualdades; e População em situação de rua e população imigrante e refugiada. O segundo Hackathon da Virada ODS recebeu 353 inscrições e reuniu 98 participantes a partir dos 18 anos de áreas como marketing, design, programação, desenvolvimento, comunicação, gestão, entre outros, com cerca de 40 mentores durante três dias de atividade.

As soluções foram avaliadas por uma comissão de especialistas e receberam apoio de rede e capacitação para desenvolvimento dos projetos. Os três projetos vencedores receberam um aporte financeiro total no valor de R$ 30 mil. O primeiro colocado, a equipe EcoAcelera, recebeu R$ 15 mil e apresentou uma solução para aceleração itinerante de profissionais informais da reciclagem atendidos pelos Centros de Acolhimento da Cidade de São Paulo. O segundo colocado, EcoTech, recebeu R$ 10 mil e criou a ideia para a coleta e descarte correto do óleo. Já o terceiro lugar, que recebeu R$ 5 mil, foi a equipe Circula, que desenvolveu uma solução para o consumo consciente e sustentável de roupas.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

A regulação das redes sociais e fake news no Brasil

A regulação das redes sociais e o combate às fake news tornaram-se tópicos centrais no Brasil. Com o avanço das tecnologias digitais e o...

Junho verde – Fuplastic apoia valorização do plástico nacional e da agenda brasileira para combate à poluição

Produção de plástico deve triplicar até 2060. Indústria prevê ressignificar 6 milhões de quilos este ano O Brasil, como um dos maiores países em extensão...

São Paulo teve o maio mais quente em 81 anos, é o que informa o último boletim do Instituto Nacional de Meterologia (Inmet)

Em 17 dos 31 dias de maio, a temperatura máxima superou os 29°C De acordo com o dado divulgado no último sábado (8), o mês...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui