No menu items!
26.5 C
São Paulo
segunda-feira, 26 fevereiro, 2024

Hackathon ODS premia três soluções inovadoras em R$ 30 mil

Grupos desenvolveram ideias para cumprir Agenda 2030 da ONU


A segunda edição do Hackathon Virada ODS premiou três soluções inovadoras, tecnológicas e sustentáveis que trouxeram ideias que contemplaram as metas da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). A atividade, que contou com uma premiação total de R$ 30 mil, foi realizada no Centro de Inovação Verde Bruno Covas – Hub Green Sampa, neste final de semana, e foi uma iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Relações Internacionais e Agência São Paulo de Desenvolvimento (Ade Sampa), ligada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, com apoio da ONU Brasil.

“O hackathon é um instrumento perfeito para que possamos encontrar, de maneira prática e rápida, soluções para as principais problemáticas do setor público e privado, promovendo cada vez mais o desenvolvimento econômico sustentável da cidade”, declara a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

Esta edição da maratona hacker girou em torno de sete eixos prioritários: Mudanças Climáticas; Combate ao racismo; Saúde mental; ESG; Acessibilidade e inclusão; Democracia e desigualdades; e População em situação de rua e população imigrante e refugiada. O segundo Hackathon da Virada ODS recebeu 353 inscrições e reuniu 98 participantes a partir dos 18 anos de áreas como marketing, design, programação, desenvolvimento, comunicação, gestão, entre outros, com cerca de 40 mentores durante três dias de atividade.

As soluções foram avaliadas por uma comissão de especialistas e receberam apoio de rede e capacitação para desenvolvimento dos projetos. Os três projetos vencedores receberam um aporte financeiro total no valor de R$ 30 mil. O primeiro colocado, a equipe EcoAcelera, recebeu R$ 15 mil e apresentou uma solução para aceleração itinerante de profissionais informais da reciclagem atendidos pelos Centros de Acolhimento da Cidade de São Paulo. O segundo colocado, EcoTech, recebeu R$ 10 mil e criou a ideia para a coleta e descarte correto do óleo. Já o terceiro lugar, que recebeu R$ 5 mil, foi a equipe Circula, que desenvolveu uma solução para o consumo consciente e sustentável de roupas.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

ARTIGO | Por que você não deve visitar Cusco e Machu Picchu de maneira Turística?

Peru... um dos destinos mais místicos do Planeta. Grande...

Como reduzir o desperdício de alimentos no Brasil com uma logística eficiente

No Brasil, o desperdício de alimentos em restaurantes é...

ARTIGO | Por que você não deve visitar Cusco e Machu Picchu de maneira Turística?

Peru... um dos destinos mais místicos do Planeta. Grande polo energético, o Chackra Umbilical da Terra. Mas o que significa isso? Que toda fonte...

Como reduzir o desperdício de alimentos no Brasil com uma logística eficiente

No Brasil, o desperdício de alimentos em restaurantes é estimado em cerca de 6 mil toneladas por ano No bilionário cenário do agronegócio, a trajetória...

Surto de dengue impacta na queda das doações de sangue no GSH Banco de Sangue de São Paulo

O GSH Banco de Sangue de São Paulo atende diariamente, das 7h às 18h, inclusive aos domingos e feriados, na Rua Tomás Carvalhal, 711,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui