No menu items!
18.7 C
São Paulo
segunda-feira, 22 julho, 2024

Governo de SP abre licitação de tornozeleiras eletrônicas para rastrear agressores de mulheres

Edital prevê aquisição de 5.000 dispositivos a serem usados em sistema de alerta de proximidade


O Governo de São Paulo, por meio da Prodesp – empresa de Tecnologia do Estado, publicou no dia 08 de julho, o edital de licitação, por meio de pregão eletrônico, para comprar 5.000 tornozeleiras eletrônicas para o rastreamento de agressores de mulheres, assim como a aquisição de 5.000 dispositivos de alerta de proximidade que ficarão com as vítimas.  

A Secretaria da Justiça e Cidadania (SJC) coordena o Grupo de Trabalho de vários órgãos do governo estadual e irá determinar as formas, etapas e estratégias de implantação da monitoração eletrônica dos agressores. A previsão é que o sistema entre em funcionamento a partir de novembro deste ano.  

A empresa contratada será responsável por prover uma solução integrada de gestão operacional para todo o Estado paulista. Com o uso da tecnologia e sistema de geolocalização, o rastreador do equipamento soará um alarme assim que o agressor ultrapassar, em metros, a área delimitada na decisão judicial e enviará um aviso à Polícia Militar.

A iniciativa resulta do Termo de Cooperação que o Governador João Doria assinou, em abril passado, com o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), para viabilizar o uso da tornozeleira eletrônica e coibir e punir a violência doméstica e familiar contra a mulher.  

Caberá à Prodesp a responsabilidade pela compra, manutenção, instalação e monitoramento das tornozeleiras eletrônicas e da unidade portátil de rastreamento.  

Por parte do Poder Executivo, o Grupo de Trabalho é composto pela SJC e as secretarias de Governo, da Administração Penitenciária (SAP) e da Segurança Pública (SSP); e a Procuradoria-Geral do Estado (PGE). Já o TJ-SP é representado pela Corregedoria-Geral da Justiça.

SOS Mulher

Por meio da Secretaria da Justiça, o Governo paulista promove a igualdade de gênero, um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU).  

O aplicativo SOS Mulher, uma ferramenta de apoio à mulher em situação de vulnerabilidade pela violência doméstica, ficará sob responsabilidade da pasta. O APP se baseia em três pilares: segurança, saúde e independência financeira. O site www.sosmulher.sp.gov.br traz todas as informações. 


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No...

Com ritmo atual, universalização do saneamento ocorrerá em 2070

São 37 anos de atraso em relação ao marco legal brasileiro Pesquisa do Instituto Trata Brasil, divulgada na segunda-feira (15), mostra que a universalização do...

Governo de São Paulo lança campanha para reduzir mortes de pedestres

Campanha educativa com o filósofo e professor Clóvis de Barros Filho destaca a importância do respeito à faixa de segurança Nos últimos cinco anos, 33.531...

Festival do Japão atrai 200 mil pessoas em São Paulo

Evento contou com apresentações, comidas típicos e produtos artesanais No segundo final de semana de julho, mais de 200 mil pessoas visitaram o 25º Festival...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui