No menu items!
19.5 C
São Paulo
domingo, 23 junho, 2024

Dia dos Pais: Linha 5-Lilás une pai e filho pela mobilidade humana

Há cinco anos na ViaMobilidade, Rogério é Agente de Atendimento e Segurança e realizou o sonho de trabalhar alado de Gustavo, de quem cuidou a vida inteira


Se a missão na vida de um pai é colocar o filho nos trilhos, Rogério do Espírito Santo, 41 anos, alcançou esse objetivo, literalmente. com Gustavo Viegas do Espírito Santo, 22 anos. Ambos trabalham juntos como AAS (Agentes de Atendimento e Segurança), na Linha 5-Lilás, operada pela ViaMobilidade, e, às vésperas do Dia dos Pais, é comum os dois se encontrarem na operação que transporta mais de 500 mil pessoas por dia.

No primeiro minuto de operação da Linha 5-Lilás, às 4h40, Rogério já está na Estação Vila das Belezas, após sair de sua residência em Taboão da Serra, cidade vizinha de São Paulo. Antes motorista e marceneiro, o agente está na ViaMobilidade há cinco anos, cuidando da segurança dos passageiros, ao orientá-los, atendê-los em casos de primeiros socorros e conferindo se tudo na estação se encontra em ordem.

Feliz no emprego, Rogério não perdia o filho Gustavo de vista, que antes trabalhava em uma rede de fast food e em uma choperia. “Ele trabalhava à noite e não tinha qualidade de vida. Então achei interessante indicá-lo para o processo seletivo. Pediram o currículo dele e hoje graças a Deus está aqui na Linha 5 e a CCR proporciona ótimas condições de trabalho a ele”, descreve o pai.

Enquanto Rogério atua na Estação Vila das Belezas, Gustavo tem como base a Estação Eucaliptos, porém, geralmente atende na atividade de estratégia no interior dos trens em operação, com foco na prevenção de furtos, coibição de comércio irregular, atendimentos de mal súbitos e outros cuidados aos passageiros.

Residente no Capão Redondo, bairro da zona sul da Capital que tem a estação mais movimentada de todo o trajeto da Linha 5-Lilás, Gustavo conta que busca seguir os passos do pai desde pequeno. “Eu via o meu pai trabalhar na área da segurança e sempre o admirei muito. Sempre fui muito próximo a ele e trabalhar com ele é muito bacana, porque a gente continua nesse aprendizado. E a ViaMobilidade sempre permite que a gente se desenvolva como agente”, destaca.

Mesmo com toda a seriedade no atendimento em uma linha que é fundamental para a rotina de milhares de passageiros no dia a dia, pai e filho se divertem e são alvo de colegas. “O pessoal sempre brinca. Ou o pessoal me chama de Viegas, como é conhecido no trabalho, ou fica na brincadeira quem é o pai e o filho, pois como tenho 41 anos, parece que sou o irmão mais velho e não o pai dele”, diz Rogério.

Com sorriso no rosto ao lado do pai, Gustavo não esconde a satisfação de seguir os mesmos trilhos de Rogério, a quem o tem como um exemplo e inspiração para a vida. “Começa a ficar engraçado, porque há brincadeiras com o pessoal aqui (na Linha 5-Lilás). Mas é um orgulho enorme, pai e filho fardado trabalhando juntos”, afirma.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Mobilidade é acesso, mas quais são seus desafios para um futuro próximo?

Encorajar comportamentos sustentáveis é um dos principais pilares e urgências quando falamos em mobilidade, um tema tão atual e que precisa de especial atenção...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui