No menu items!
22.9 C
São Paulo
segunda-feira, 26 fevereiro, 2024

Dedicada a impulsionar o empreendedorismo paulista, Desenvolve SP trabalha para democratizar acesso ao crédito

R$ 333,8 milhões foram liberados a empreendedores no Estado até agosto


Na quinta-feira (5) foi comemorado o Dia do Empreendedor no Brasil e a Desenvolve SP, agência de fomento vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) do Governo de São Paulo, busca democratizar o acesso ao crédito às micro, pequenas e médias empresas paulistas.

Ao longo de 14 anos, a Desenvolve SP tem reforçado seu papel de impulsionar os negócios. De janeiro a agosto foram 1.128 operações (82,9%) para o setor privado, montante que representa volume superior a R$ 333,8 milhões desembolsados , representando 59,4% do volume operado pela instituição financeira de crédito.

Segundo levantamento do Sebrae-SP, com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), dos 320 mil novos postos de trabalho abertos no estado neste ano, mais de 217 mil foram vagas em micro ou pequenas empresas.

“Os números reforçam a importância da democratização do acesso ao crédito e da necessidade de haver um olhar especial para esses empreendedores, que nem sempre acessam as instituições tradicionais”, pontua o diretor-presidente da Desenvolve SP, Ricardo Brito.

As condições e taxas oferecidas pela Desenvolve SP ajudaram a tornar realidade um antigo sonho dos proprietários da Aditek, uma das principais fabricantes de produtos ortodônticos do mundo, com sede em Cravinhos, na região de Ribeirão Preto, interior de São Paulo. No mês passado, a empresa inaugurou sua nova fábrica, com 7 mil m2 de área total com financiamento da agência de fomento paulista.

Além disso, o crédito permitiu adquirir novos equipamentos, triplicar o número de colaboradores e manter a média de crescimento em 50% no pós-pandemia. “A meta, agora, é dobrar o faturamento em 2024”, diz Eduardo Lopes, CEO da Aditek.

Para esta nova fase da empresa, foram utilizadas três diferentes linhas de crédito: Inovacred, Financiamento ao Investimento Paulista (FIP) e BNDES Automático. “Os financiamentos da Desenvolve SP foram fundamentais para que continuássemos nossa trajetória. Crescemos, passamos de 100 para 300 empregados e geramos renda na região. Queremos ajudar a democratizar o uso de alinhadores ortodônticos, pois este produto ainda não é tão difundido no Brasil”, completou Lopes.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

ARTIGO | A importância do Cobre na perspectiva da Economia Verde

A Economia Verde, de acordo com os pesquisadores Tilman Altenburg e Claudia Assmann, pode ser definida como um conjunto de medidas destinadas a acelerar...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui