No menu items!
27.5 C
São Paulo
quarta-feira, 12 junho, 2024

Com inauguração do Centro Oncológico Bruno Covas, SUS atenderá tratamentos de alta complexidade com robótica

Foi entregue na segunda-feira (16) o Centro de Alta Tecnologia em Diagnóstico e Intervenção Oncológica Bruno Covas, no Hospital Municipal Dr. Gilson de Cássia Marques de Carvalho – Vila Santa Catarina, Zona Sul. O tratamento de alta complexidade, com implemento de robótica na esfera municipal, é inédita do Sistema Único de Saúde (SUS). A especialidade é tratada comumente na rede estadual.

O local também vai funcionar como centro educativo, com uma sala para disseminação de conhecimento, e conta ainda com tecnologia robótica avançada para cirurgias.

“Estamos equipando o hospital Santa Catarina para ser referência em alta complexidade na rede municipal de São Paulo, e não somente para oncologia. Essa entrega é um salto de qualidade da assistência em saúde aos paulistanos”, afirmou o secretário municipal da Saúde, Luiz Carlos Zamarco.

Sidney Klajner, presidente do Hospital Albert Einstein, exaltou a importância da parceria de mais de 20 anos com a Secretaria da Saúde do município. “Nós nos orgulhamos desse trabalho conjunto com foco na responsabilidade social”, disse durante a cerimônia.

Com capacidade ambulatorial para atender 10 mil pacientes por mês, a unidade é gerenciada pela Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, que já é responsável pela gestão do hospital. A estrutura física do centro oncológico, que é um dos legados pós-pandemia no município, é composta por 115 leitos de internação clínica e cirurgia oncológica, 40 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), além de 23 consultórios.

A capacidade de atendimento inclui a realização de mais de 8 mil exames radiológicos e 450 cirurgias mensais. Entre outros benefícios da nova estrutura para tratamento de câncer, destacam-se a farmácia oncológica de alto custo dentro da unidade, gerida pela SMS.

Para oferecer o melhor serviço de medicina diagnóstica, o centro dispõe de dois equipamentos de tomografia, um de ressonância magnética, sete salas de intervenção por ultrassom, uma sala de histeroscopia, uma de cistoscopia, duas salas para endoscopia, colonoscopia e broncoscopia, entre outros espaços e equipamentos para exames.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

Esclerose Múltipla: Diversidade de sintomas iniciais pode dificultar diagnóstico

Doença não é fator limitante para projetos pessoais e...

Escola Politécnica desenvolve chipset inovador para Internet das Coisas

Dispositivo coloca o Brasil na mesma página da tecnologia...

Esclerose Múltipla: Diversidade de sintomas iniciais pode dificultar diagnóstico

Doença não é fator limitante para projetos pessoais e profissionais, incluindo a gravidez A Esclerose Múltipla (EM) é uma doença autoimune e neurodegenerativa, que afeta...

ARTIGO | Dia Mundial do Meio Ambiente: Restauração de terras, desertificação e resiliência à seca

A iniciativa Nutrientes para a Vida se une, nesse dia 5 de junho, a milhões de pessoas em todo o mundo para celebrar o...

Escola Politécnica desenvolve chipset inovador para Internet das Coisas

Dispositivo coloca o Brasil na mesma página da tecnologia global, de acordo com o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação A USP anunciou um chipset...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui