Com anos de atraso, obras da Linha 17-Ouro estão em fase de certificação dos sistemas

0
24

A Linha 17-Ouro deveria ter sido entregue em 2014, a tempo da Copa do Mundo no Brasil. Além de estar atrasada, o projeto mudou e encareceu. Agora, em junho, deve acontecer a fase de integração e certificação global dos sistemas, serviço sob a responsabilidade da multinacional de origem alemã TUV Rheinland


A Linha 17-Ouro Monotrilho do Metrô vai ligar o Aeroporto de Congonhas com a malha de transporte sobre trilhos de São Paulo ao longo de 7,7 km de extensão e oito estações: Congonhas, Brooklin Paulista, Jardim Aeroporto, Vereador José Diniz, Campo Belo, Vila Cordeiro, Chucri Zaidan e Morumbi. Haverá ainda integrações com a Linha 9-Esmeralda da CPTM na estação Morumbi e com a Linha 5-Lilás do Metrô na estação Campo Belo.

Espera-se que, em junho, seja realizada a fase de integração e certificação global dos sistemas, serviço sob a responsabilidade da multinacional de origem alemã TUV Rheinland. A empresa vai verificar o funcionamento e a segurança do monotrilho, que passou pela integração de mais de 14 sistemas, como: controle de velocidade e aceleração do trem; sinalização; telecomunicações; comunicação com operadores e centros de controle, entre outros.

“A tendência é que os próximos projetos públicos de infraestrutura já nasçam com a exigência de um serviço de certificação acreditada totalmente independente, que é a única maneira de garantir uma avaliação de qualidade totalmente isenta e que atenda aos requisitos máximos de segurança”, diz Marcos Camelo, gerente regional da área de ferrovias da TÜV Rheinland.

A Linha 17-Ouro deveria ter sido entregue em 2014, a tempo da Copa do Mundo no Brasil. Além de estar atrasada, o projeto mudou e encareceu: inicialmente, seriam 19 estações, entre Jabaquara (na Linha 1-Azul) e São Paulo Morumbi (na Linha 4-Amarela) ao custo de R$ 3 milhões; agora serão 8 estações (entre Morumbi e o Aeroporto de Congonhas), ao custo de R$ 4,5 bilhões.

A previsão era que a Linha 17-Ouro seria entregue em 2022, mas, o Relatório Integrado de 2020 do Metrô revelou que a Linha será entregue apenas no dia 30 abril de 2023, mesmo dia em que começa a operar.


SUGESTÕES DE PAUTA[email protected]

FOTO: Metrô SP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.