No menu items!
24.8 C
São Paulo
quinta-feira, 25 julho, 2024

ARTIGO | Pressão arterial flutuante: sinal de alerta para demência e doenças cardíacas

Pequenas flutuações na pressão arterial (PA) dentro de 24 horas, bem como ao longo de vários dias ou semanas, estão associadas a distúrbios de cognição, dizem os pesquisadores da Universidade do Sul da Austrália (UniSA).

Variações mais elevadas da PA sistólica (o número superior que mede a pressão nas artérias quando o coração bate) também estão associadas ao enrijecimento das artérias, associando-se a doenças cardíacas.

As descobertas foram publicadas na revista Cerebral Circulation – Cognition and Behavior. A autora principal, Daria Gutteridge, Ph.D. do Laboratório de Neurociências de Envelhecimento e Déficit Cognitivo (CAIN) da UniSA, diz que é bem conhecido que a pressão alta é um fator de risco para demência, mas pouca atenção é dada à flutuação da pressão arterial. “Os tratamentos clínicos concentram-se na hipertensão, ignorando a variabilidade da pressão arterial”, diz Gutteridge.

A pressão arterial pode flutuar em diferentes períodos de tempo – curtos e longos – e isso parece aumentar o risco de demência e da saúde dos vasos sanguíneos.

Para ajudar a explorar os mecanismos que ligam as flutuações da PA à demência, os investigadores da UniSA recrutaram 70 idosos saudáveis, ​​com idades entre 60 e 80 anos, sem sinais de demência ou deficiência cognitiva.

Com pressão arterial monitorada, eles completaram um teste cognitivo e a rigidez arterial no cérebro e nas artérias foi medida por ultrassonografia Doppler no crânio.

“Descobrimos que uma maior variabilidade da pressão arterial dentro de um dia, bem como ao longo dos dias, estava associada à redução do desempenho cognitivo. Também descobrimos que variações mais elevadas da pressão arterial dentro da PA sistólica estavam associadas a uma maior rigidez dos vasos sanguíneos nas artérias”, contou Gutteridge.

A variabilidade da PA pode servir como um marcador clínico precoce ou alvo de tratamento para o comprometimento cognitivo.

Rubens de Fraga Júnior. Professor de Gerontologia da Faculdade Evangélica Mackenzie do Paraná (FEMPAR) e médico especialista em Geriatria e Gerontologia


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

Últimas

O cuidado com a saúde mental nas empresas

Cuidar da saúde mental dos colaboradores sempre foi necessário,...

DETRAN-SP cede veículos para curso de salvamento do Corpo De Bombeiros

Veículos são utilizados nas aulas práticas e treinam novos...

Estudo aponta impacto negativo de mudanças climáticas na agricultura

Uso de insumos pode contaminar água e contribuir para...

O cuidado com a saúde mental nas empresas

Cuidar da saúde mental dos colaboradores sempre foi necessário, mas, de uns tempos para cá, tornou-se essencial para a sustentabilidade das empresas e para...

DETRAN-SP cede veículos para curso de salvamento do Corpo De Bombeiros

Veículos são utilizados nas aulas práticas e treinam novos integrantes da corporação O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP), órgão vinculado à Secretaria...

Estudo aponta impacto negativo de mudanças climáticas na agricultura

Uso de insumos pode contaminar água e contribuir para escassez hídrica Os dados consolidados do Sumário para Tomadores de Decisão do Relatório Temático sobre Agricultura,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui