SPTrans faz campanha contra abuso sexual nos coletivos da capital paulista

0
11

A campanha tem o objetivo de incentivar a denúncia por parte das vítimas, de outras mulheres, testemunhas e de motoristas e cobradores (as) e deve durar até o mês de agosto


A terceira edição especial do Jornal do Ônibus, que faz parte da campanha “Ponto final ao abuso sexual nos ônibus de São Paulo”, chega aos coletivos da frota da capital com uma mensagem sobre o envolvimento da SPTrans e seu empenho para acabar com esse tipo de violência sem transporte público. As peças serão afixadas em todos os ônibus municipais com o alerta: “Aqui o abuso sexual não ficará impune”.

A nova edição do Jornal do Ônibus orienta ainda que a vítima desse tipo de situação comunicar o fato imediatamente ao motorista ou cobrador, que chamar a polícia ou conduzir o ônibus até a delegacia mais próxima.
Essa é uma das seis edições diferentes no Jornal do Ônibus, afixado em toda a frota da capital, em postagens voltadas para o tema nas redes sociais da SMT e da SPTrans e em cartazes distribuídos para todas as garagens das operadoras do sistema.

Para maior visibilidade à campanha, a SPTrans autorizou a circulação de ônibus adesivados com a mensagem e logomarca da ação. Até o mês de junho, haverá coletivos adesivados circulando em todas as regiões, chamando a atenção da população para o tema com o alerta “Aqui o abuso sexual não ficará impune”.

A campanha tem o objetivo de incentivar a denúncia por parte das vítimas, de outras mulheres, testemunhas e de motoristas e cobradores (as) e deve durar até o mês de agosto.

Quando o caso de abuso ocorre dentro do ônibus, também é possível fazer a denúncia pelo 156, canal oferecido pela Prefeitura. A vítima do abuso sexual no ônibus pode ligar para o 156, digitar 0, e terá sua denúncia registrada. Os dados da denúncia serão repassados pelo 156 à SPTrans, que realiza o mapeamento dos casos de abuso para colaborar com as investigações por parte das autoridades policiais e verificar se os operadores adotaram os procedimentos corretos. Neste ano, foram feitas 26 denúncias do tipo ao canal.

Além da campanha, a Prefeitura de São Paulo, por meio da SMT, da Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) e da SPTrans, inaugurou no dia 8 de março o Posto de Apoio à Mulher, localizado no mezanino do Terminal Sacomã, na Zona Sudeste. No local, mulheres vítimas de abuso sexual e violência doméstica terão acolhimento e atendimento qualificado.

O Posto de Apoio à Mulher funciona de segunda a sexta, das 10 às 16 horas, com atendimento realizado por assistente social da SMDHC, em um local com cerca de 5 metros quadrados, incluindo uma sala reservada para atendimento sigiloso. Há também espaço com livros infantis e material para crianças, enquanto a mulher for atendida.

Tema é debatido no quarto webinar da série “Ruas mais seguras e acessíveis: Os novos rumos da mobilidade”

Na próxima quarta-feira, 26 de maio, o tema “Gênero, segurança e mobilidade” será debatido no quarto webinar da série “Ruas mais seguras e acessíveis: Os novos rumos da mobilidade”, realizada pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes, e a Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global, por meio da Vital Strategies. Os encontros virtuais fazem parte das ações do Maio Amarelo 2021, movimento internacional de conscientização para redução de acidentes no trânsito. O objetivo é promover o debate de temas relevantes ligados à mobilidade urbana.

A conversa será entre a secretária municipal da Pessoa com Deficiência, representantes do Banco Mundial, da ONG Think Olga e da gestão municipal.

Este será o último webinar da série e será na quarta-feira, das 10h às 11h30, por meio da plataforma Zoom, e contarão com intérpretes de Libras.

O tema do Maio Amarelo 2021 na Prefeitura é “Respeito e Cuidado Salvam Vidas” e, além dos webinars, estão previstas ações como posts em redes sociais, campanhas educativas, entre outras.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.