São Paulo ganha mural ecológico que filtra o ar

0
92

Localizado próximo ao Minhocão, o mural de 777 m² é baseado nos povos originários do Brasil e privilegia os quatro elementos do universo. A tinta utilizada equivale a plantação de 750 árvores


A cidade de São Paulo ganhou um mural ecológico que filtra o ar. Sim, isso é possível e o mural está localizado em um prédio próximo ao Minhocão, na região central da cidade.

A obra intitulada de “Pindorama” foi feita pelo artista Rimon Guimarães e é baseada nos povos originários do Brasil e dá ao índio o papel de protagonista. “A sinergia que esses povos têm com a natureza é inegável. O pássaro, a onça pintada, são animais simbólicos para esses povos, por exemplo Kianumaka-Maná, a deusa onça do povo Menihaku”, explica o artista.

Além disso, o mural de 777 metros quadrados pretende relembrar a cidade de São Paulo antes dos prédios. “A pintura recorda-nos quando São Paulo não era ainda uma selva de pedra e se podia ver o horizonte com serras ao fundo e também os rios em abundância. Simbolizado pelos tons de azuis, com referências aos quatro elementos: terra, fogo como sol, água representada pelo azul e ar como pássaro”, explica o artista.

O mural faz parte do Projeto Converse City Forests, da marca de tênis All Star, e que tem o objetivo de pintar 14 mil m² em murais por todo o mundo até o final de 2020. Através do projeto, já foram pintados murais na Tailândia, Polônia, Peru, Indonésia, Filipinas, Chile, África do Sul, Colômbia, Panamá e Austrália.

Para trazer o tom ecológico na arte, a tinta usada é fotocatalítica, material que, ao ser ativado pela luz solar, atrai poluentes atmosféricos e os converte em nitratos inofensivos. Com essa “tinta tecnológica”, o mural equivale a plantação de 750 árvores e os 14 mil m² em murais no mundo equivalem ao plantio de 40 mil árvores.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.