Programa da Prefeitura para pessoas transexuais e travestis amplia número de vagas

1
58

O Programa Transcidadania é uma iniciativa que visa o empoderamento e resgate da cidadania de travestis, mulheres transexuais e homens trans em situação de vulnerabilidade. São 510 vagas para o Programa que dura 2 anos e oferece bolsa mensal de R$ 1.097,25, acompanhamento psicológico, jurídico, social e pedagógico


Até a próxima sexta-feira (18), a Prefeitura recebe inscrições de pessoas transexuais e travestis em situação de vulnerabilidade social que desejam participar do Programa Transcidadania, iniciativa que visa o empoderamento e resgate da cidadania deste grupo.

Agora são 510 vagas, já que antes apenas 240 pessoas podiam participar. Segundo a Prefeitura, a inscrição deve ser feita “em um dos Centros de Cidadania LGBTI, por meio de agendamento telefônico, de acordo com sua região de domicílio. Na data marcada, deve levar RG, CPF, carteira de trabalho e comprovante de endereço”.

Mas outros pré-requisitos são necessários para participar do programa:

  • não ter completado o ensino médio;
  • estar estudando ou ter matrícula feita para o próximo ano letivo;
  • estar sem emprego e/ou não ter trabalhado formalmente nos últimos quatro meses.

“O Transcidadania é um programa que nos dá muito orgulho porque apoia, qualifica, dá autonomia financeira e empodera um público que por muito tempo tinha pouca ou nenhuma opção de ser protagonista na sociedade. Com essa iniciativa conseguimos engajar muitas empresas no tema da diversidade, ampliando os horizontes dessa população com a inserção no mercado de trabalho e mostrando para as empresas e as pessoas trans e travestis que não há mais espaço para preconceito no mercado de trabalho”, afirma a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Aline Cardoso.

Com foco na progressão escolar e qualificação profissional, os participantes do Programa Transcidadania recebem bolsa mensal de R$ 1.097,25 ao realizarem seis horas de atividades diárias. Além disso, todos os participantes recebem acompanhamento psicológico, jurídico, social e pedagógico nos dois anos de Programa.

As inscrições devem ser feitas por telefone, de acordo com a região de moradia:

  • Zona Leste (11) 2032-3737
  • Zona Norte (11) 3951-1090
  • Zona Sul (11) 5523-0413
  • Zona Central (11) 2833-4323
  • Zona Oeste (11) 3832-7507

SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

1 COMENTÁRIO

  1. Sou homem trans, nascido em 1988 em Imperatriz Maranhão l, criado na capital são Luís, estou em são Paulo desde 2003 e venho panlssamdo algumas dificuldades sociais, não terminei o ensino médio e por isso resolvi me inscrever no transcidadania.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.