Prefeitura faz cadastro de projetos que oferecem cursos de português para imigrantes

0
8

Instituições que oferecem cursos para imigrantes podem se cadastrar no “Mapeamento dos Cursos de Português para Imigrantes na cidade de São Paulo” até o dia 18 de fevereiro. Entre 2017 e 2019, a capital paulista atendeu 4.600 imigrantes


De acordo com a Prefeitura de São Paulo, entre janeiro de 2017 e maio de 2019, cerca de 4.600 imigrantes receberam atendimento nos quatro Centros de Acolhida para imigrantes da capital. A maioria dessas pessoas vem de países africanos, como da Angola (1.068) e da América Latina, como da Venezuela (733).

Fato é que, ao chegar em um lugar desconhecido, a principal barreira é a língua. Não compreender o que as pessoas falam ou não ler indicações de placas e lugares é um dos principais impedimentos para uma estadia de qualidade.

Mas, graças a empatia das pessoas locais, é possível aprender a falar a língua nativa. E para reunir essas iniciativas da sociedade civil, acerca de cursos de línguas para imigrantes, a gestão municipal está fazendo uma atualização do seu “Mapeamento dos Cursos de Português para Imigrantes na cidade de São Paulo”.

Esse mapeamento é feito desde 2015 pela Coordenação de Políticas para Imigrantes e Promoção do Trabalho Decente da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, e chega a sua 3ª edição.

“Compreendendo a importância dessas iniciativas para o acolhimento e inclusão do imigrante na sociedade, o documento em questão, de caráter participativo e público, tem como foco a sistematização e unificação das informações dessas iniciativas, além de facilitar o acesso à informação e, consequentemente, o acesso a esses serviços pelas populações imigrantes da cidade”, informa a Prefeitura.

Até o dia 18 de fevereiro, instituições que oferecem cursos para imigrantes podem se cadastrar através do link: https://cutt.ly/hjDekuA


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.