Prefeitura de SP inaugura monumento para homenagear vítimas da Covid-19

0
22

O memorial, localizado no Parque do Carmo, na Zona Leste, representa a resiliência e a solidariedade humana, sendo um espaço físico de reflexão. O monumento tem uma “cápsula do tempo”, que ficará fechada por 100 anos, para que as gerações futuras saibam da pandemia iniciada em 2020


Na última segunda-feira (25), dia em que completou 467 anos, a cidade de São Paulo inaugurou um monumento em homenagem às mais de 17 mil vítimas da Covid-19. O memorial, localizado no Parque do Carmo, na Zona Leste, representa a resiliência e a solidariedade humana, sendo um espaço físico de reflexão.

O monumento é uma escultura doada pelo Ministério Público de São Paulo, em parceria com o Projeto Hígia Mente Saudável, formado por médicos, curadores de arte, voluntários, organizações sociais, polícias civil e militar, representantes do Ministério Público do Estado de São Paulo, psicólogos e pessoas de diversas formações.

“A Prefeitura de São Paulo sentia uma necessidade de prestar uma homenagem às famílias e pessoas que foram vítimas dessa doença tão trágica, que é a Covid. Por isso iremos fazer este memorial, que talvez sirva não só para a cidade de São Paulo, mas para o Estado e para todo o mundo. A árvore significa a vida, e nós iremos fazer o plantio em alguns parques, de acordo com a mata nativa de São Paulo”, afirmou o secretário do Verde e Meio Ambiente, Eduardo de Castro.

Por seu caráter resiliente, medicinal e contemplativo, um ipê branco foi plantado no memorial físico que também tem uma “cápsula do tempo”, onde podem ser deixadas mensagens de condolência para as famílias enlutadas e experiências para enfrentar o luto. Durante 100 anos, as cápsulas ficarão lacradas, para que as gerações futuras saibam da pandemia iniciada em 2020. Para enviar sua condolência, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=9lnGMH60gek

Além disso, novas árvores foram plantadas no local em homenagem às vítimas. “Até o momento foram plantadas 3.338 mudas no Parque Natural Municipal Fazenda do Carmo e outras 3.303 no Parque do Carmo, totalizando 6.641 árvores de espécies nativas: araçá, ipê-branco, jequitibá-branco, aroeira-pimenteira, pitanga, goiaba, jabuticaba, paineira, cereja-do-rio-grande, uvaia, jatobá. Todas as mudas são provenientes do Viveiro Harry Blossfeld”, informou a Prefeitura.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.