Prefeitura antecipa para sábado (27) a vacinação de idosos de 80 a 84 anos

0
14

A vacina será oferecida nas 82 unidades de Assistência Médica Ambulatorial, das 7h às 19h, e nos cinco postos drive thru da cidade, das 8h às 17h. Em algumas AMAs e UBSs é possível receber a vacina sem sair do carro, já que algumas unidades de saúde fazem a imunização pelo sistema drive thru


A Prefeitura de São Paulo antecipa para amanhã (27) a vacinação contra a Covid-19 em idosos de 80 a 84 anos, um grupo de 140 mil pessoas. Inicialmente, a vacinação para esse público só começaria na próxima segunda-feira (1º).

Sendo assim, a vacina será oferecida nas 82 unidades de Assistência Médica Ambulatorial (AMAs), das 7h às 19h, e nos cinco postos drive thru da cidade, das 8h às 17h:

  • Praça Charles Muller – Estádio do Pacaembu (Zona Oeste)
  • Neo Química Arena Corinthians (Zona Leste)
  • Autódromo de Interlagos (Zona Sul)
  • Centro de Exposições do Anhembi (Zona Norte)
  • Igreja Boas Novas, na Vila Prudente (Zona Leste)

Vale lembrar que em algumas AMAs e UBSs (Unidades Básicas de Saúde) é possível receber a vacina sem sair do carro, já que algumas unidades de saúde fazem a imunização pelo sistema drive thru.

Confira a lista completa das UBSs de SP com sistema drive thru: https://cutt.ly/mkDsYDc

Confira a lista completa das AMAs de SP com sistema drive thru: https://cutt.ly/ZkDsZHd

Já no dia 1º de março, começam a receber a primeira dose da vacina 3.500 profissionais da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social que trabalham na linha de frente, atendendo idosos e pessoas em situação de rua.

De acordo com os resultados da terceira fase do Inquérito Sorológico 2021 realizado pela Prefeitura, a capital paulista tem índice de prevalência de 16% para o coronavírus. “Os dados mostram uma evolução da pandemia na cidade de São Paulo, com um aumento significativo em relação ao número de pessoas que já tiveram Covid-19, o que mostra uma necessidade dos cuidados redobrados com relação a pandemia que estamos falando desde o ano passado: evitar aglomeração, utilizar álcool em gel e máscara. Enfim, as orientações ainda permanecem as mesmas”, alertou o prefeito Bruno Covas.

Dentre toda a cidade, a Zona Sul apresentou o segundo maior índice de prevalência (17,4%), ficando atrás da Zona Leste, em que 22,9% da população já teve contato com o vírus. No geral, 43% da população se manifestou assintomática (sem sintomas).

Segundo o relatório, as pessoas relaxaram nas medidas de segurança contra o vírus: 35,9% disseram que frequentam lugares não essenciais, como restaurantes e igrejas. “Os números mostram que é preciso manter as medidas de distanciamento social em todas as regiões da cidade. Estamos atravessando um momento em que os números de infecção estão altos e é preciso evitar deslocamentos desnecessários”, complementou o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.