Pesquisa do IBOPE revela que maioria dos brasileiros se preocupa com o meio ambiente

0
13

Cerca de 98% da população brasileira já ouviu falar sobre as queimadas na Amazônia e 77% acredita que proteger o planeta é uma das prioridades do ser humano. A posição política dos candidatos a algum cargo público também é levada em conta na hora de votar: 42% disseram que já votaram em um político que defende o meio ambiente


De acordo com uma pesquisa do IBOPE que entrevistou 2.600 pessoas, a maioria dos brasileiros é preocupado com o meio ambiente e 77% acredita que proteger o planeta é uma das prioridades do ser humano.

A pesquisa “Mudanças climáticas na percepção dos brasileiros”, feita pelo IBOPE Inteligência e coordenada pelo Instituto de Tecnologia e Sociedade (ITS) com o Yale Program on Climate Change Communication concluiu que 98% da população brasileira já ouviu falar sobre as queimadas na Amazônia.

Deste percentual: 84% consideram que as queimadas trazem conceitos negativos para a imagem do Brasil, perante o mundo; 78% acreditam que as relações comerciais do Brasil com outros países podem ser prejudicadas; 90% acham que o fogo na região amazônica é uma ameaça ao meio ambiente; 92% afirmam que as queimadas prejudicam a qualidade de vida das pessoas.

A maioria (77%) das pessoas, aliás, afirma que o ser humano é o principal causador das queimadas na Amazônia, sendo que, para 76% os madeireiros são culpados; outros 49% alegam que os agricultores são os responsáveis; enquanto 48% apontam para os pecuaristas e 41% para os garimpeiros.

A posição política dos candidatos a algum cargo público também é levada em conta na hora de votar: 42% disseram que já votaram em um político que defende o meio ambiente.

“A pesquisa mostra que o brasileiro se preocupa com o meio ambiente e as mudanças climáticas, inclusive pessoas que têm pouco acesso à internet, mesmo em proporção menor. O brasileiro está em consonância com a percepção sobre o tema no mundo. Os resultados são contraditórios com o cenário de negacionismo que vivemos no Brasil, mas acredito que a importância que está sendo dada pela população vai em algum momento invadir o mundo da política”, afirma Marcio Astrini, secretário-executivo do Observatório do Clima.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.