Pesquisa da USP revela que SP tem DNA de 25 povos de todo o mundo

0
30

A pesquisa analisou o DNA de 5 mil brasileiros e detectou pessoas dos seguintes lugares de origem: Espanha, Portugal, Itália, Reino Unido, França, Holanda, Irlanda, Escandinávia, Cáucaso, leste da África, Senegal, Gâmbia, Arábia, Japão e Coreias


A cidade de São Paulo, que completou 467 anos na última segunda-feira (25), tem o DNA de 25 povos de todos os continentes do mundo. Essa é a conclusão de uma pesquisa da Universidade de São Paulo que analisou o DNA de cinco mil brasileiros.

“A gente vê que cada um de nós é uma mistura de diferentes frações de DNAs indígenas, euroepu e africano. Em diferentes proporções. A gente vai encontrar desde pessoas com 100% de DNA de origem europeia, até 100% de DNA de ancestralidade africana. E quando a gente olha com mais detalhes, a gente vai encontrar nas pessoas frações de DNA de povos africanos que nem se misturam na África, mas que vieram se misturar aqui. E aí uma pitada indígena, uma pitada de português e a gente tem essa diversidade dessa população de São Paulo”, explica Lygia da Veiga Pereira, líder do projeto “DNA do Brasil” da USP.

A pesquisa detectou os seguintes lugares de origem:

  • Ibéria (Espanha e Portugal): 21%
  • Itália: 18%
  • Europa Ocidental (Reino Unido, França, Holanda e Irlanda): 13%

Sendo que em São Paulo também há moradores com origens da Escandinávia, Cáucaso, leste da África, Senegal, Gâmbia, Arábia, Japão e Coreias.

A pesquisa concluiu que 99,9% das pessoas são praticamente iguais. A diferença de 0,1% é a responsável pelas características variadas, que podem ser rastreadas por geneticistas.

“Chegamos a uma porcentagem indígena maior do que o esperado, que era de 7%. Descobrimos que são 15% na população de São Paulo. E a população europeia, que costuma ficar em torno de 80% a 85% em estudos médicos, ficamos com 60% a 65%. Então, estamos com um corte mais heterogêneo”, explica Tabita Hunemeier, participante do projeto.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.