Metrô e CPTM encerram venda de Bilhete de papel unitário para vender apenas Bilhete Digital QR Code

0
10

Essa novidade, inclusive, já foi implementada e, desde o dia 26 de abril, 16 estações do Metrô e da CPTM só vendem o Bilhete Digital QR Code. A Secretaria dos Transportes Metropolitanos estima uma economia de R$ 100 milhões anuais e um atendimento mais fácil e seguro para os passageiros


Você usa o Metrô ou a CPTM todos os dias, mas não tem Bilhete Único?

Ainda utiliza ao Bilhete de papel unitário para passar pelas catracas?

Então… preste atenção: até o final de maio a Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Governo de São Paulo pretende acabar com o bilhete de papel unitário e aderir o uso exclusivo do Bilhete Digital QR Code.

Essa novidade, inclusive, já foi implementada e, desde o dia 26 de abril, 16 estações do Metrô e da CPTM só vendem o Bilhete Digital QR Code, no caso dos passageiros que não utilizam o Bilhete Único. A Secretaria dos Transportes Metropolitanos estima uma economia de R$ 100 milhões anuais e um atendimento mais fácil e seguro para os passageiros.

“Temos como objetivo trazer sempre o melhor para os passageiros e o Bilhete Digital QR Code surgiu com o propósito de aliar inovação e comodidade para o público que utiliza o transporte metropolitano sobre trilhos de São Paulo. Todas as ações foram desenhadas de forma estratégica, testadas e agora seguimos para uma implementação total no sistema”, afirma Alexandre Baldy, Secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo.

Os Bilhetes Digitais QR Code só podem ser utilizados nas catracas que estão sinalizadas e que tem a tecnologia de decodificar o QR Code. Vale ressaltar que a nova tecnologia não alterou o valor da passagem que continua R$ 4,40.

Cada passageiro só pode adquirir quatro Bilhetes Digitais QR Code por vez. O Bilhete não tem validade, mas a Secretaria dos Transportes Metropolitanos recomenda que sejam usados 72 horas após a compra para evitar que o código seja rasurado.

“Para garantir o melhor uso na sua versão em impressa, também é recomendado que não o amasse, dobre, rasgue ou molhe, inclusive com álcool em gel, para evitar que o QR Code seja inutilizado, e que, após o uso, o papel seja descartado na lixeira mais próxima”, explica a Secretaria dos Transportes Metropolitanos.

Os passageiros que ainda tem o antigo Bilhete de papel unitário ainda podem utilizá-lo, mesmo que não sejam mais comercializados nas Bilheterias.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.