Instituto Butantan convoca pessoas curadas da Covid-19 a doarem plasma para ajudar no tratamento de infectados

0
126

Esse “plasma convalescente” é a “parte líquida do sangue rica em anticorpos neutralizantes contra o SARS-CoV-2”, explica o Instituto Butantan. Os pacientes infectados são beneficiados com o plasma porque, após a transfusão, conseguem desenvolver seus próprios anticorpos


Você já teve Covid-19?

Então, você pode salvar uma vida!

O Instituto Butantan está convocando todas as pessoas que se curaram da Covid-19 a doarem o “plasma convalescente” para ajudar no tratamento das pessoas que estão hospitalizadas pela doença.

Esse “plasma convalescente” é a “parte líquida do sangue rica em anticorpos neutralizantes contra o SARS-CoV-2”, explica o Instituto Butantan.

O “plasma convalescente” é retirado pela técnica plasmaférese, que coleta o sangue e extrai o plasma através de uma máquina, devolvendo ao doador componentes sanguíneos que não serão usados, como as hemácias e plaquetas.

O Instituto alerta que mulheres não podem doar porque “durante a gestação a mulher libera anticorpos na corrente sanguínea que podem causar uma reação grave chamada TRALI (transfusion-related acute lung injury) em que recebe a transfusão”.

“A vantagem é que conseguimos coletar um volume maior de plasma e devolver todas as hemácias, diferente de uma doação de sangue normal, em que tudo é retirado. Isso impede a pessoa de doar plasma novamente em pouco tempo por conta da perda de glóbulos vermelhos”, explica Maria Angélica de Camargo, médica da Colsan, um dos hemocentros parceiros do Butantan no estabelecimento da rede para a coleta de plasma convalescente.

O Instituto Butantan explica que os pacientes infectados são beneficiados com o plasma porque, após a transfusão, conseguem desenvolver seus próprios anticorpos, o que contribui para acelerar o processo natural do corpo. “O plasma atua como coadjuvante no tratamento, já que não temos tratamento. O que temos de recurso é distanciamento, máscara e vacina”, lembra Maria Angélica.

Quem pode doar plasma convalescente?

• homens
• quem pesa no mínimo 50 kg
• quem tem entre 16 e 69 anos
• quem está em boas condições de saúde

É preciso evitar alimentação gordurosa antes da doação e apresentar documento original com foto.

“Se além de ter tido a doença o doador já tiver sido vacinado, melhor ainda: os anticorpos são reforçados pela imunização”, explica o Butantan.

CONFIRA OS ENDEREÇOS PARA DOAÇÃO NA CAPITAL PAULISTA:

• Pró-Sangue: Posto Clínicas (Coleta Plasma por aférese)
Av. Enéas Carvalho de Aguiar, 155 1º andar – Cerqueira César | Telefone: (11) 4573-7800

• Banco de Sangue Paulista (Coleta Plasma por aférese e por doação de sangue)
Rua Dr. Alceu de Campos Rodrigues, 46, 14 andar – Vila Nova Conceição | Telefone: (11) 3048-8969

• Banco de Sangue Paulista (Coleta Plasma por aférese e por doação de sangue)
Rua Iguatinga, 366 – Santo Amaro | Telefone: (11) 5521-4013

• CTA São Paulo (Coleta Plasma por aférese e por doação de sangue)
Avenida Brigadeiro Luiz Antonio,2533 4º andar – Jd. Paulista | Telefone: (11) 3170-0210 / 97187-6737

• Hospital Municipal Dr. Carmino Caricchio – Tatuapé (Coleta plasma por doação de sangue)
Av. Celso Garcia, 4815 – Tatuapé | Telefone: 2942-8094/ 3394-7081

• Hospital do Servidor Público Municipal – Aclimação (Coleta plasma por doação de sangue)
R. Castro Alves, 60 – 4º andar | Telefone: 3277-5303

• Hospital Municipal Dr. Fernando Mauro P. da Rocha – Campo Limpo (Coleta plasma por doação de sangue)
Estrada Itapecerica, 1661 | Telefone: 5812-1379


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.