Governo instala tecnologia antiviral em ônibus da Grande São Paulo

0
33

Para frear o contágio da Covid-19, ônibus da EMTU receberam tecido nos bancos e apoios de mãos que neutraliza vírus e mata bactérias. Cada veículo recebeu um investimento de R$ 7 mil e a previsão do Governo é que mais 200 veículos recebam a tecnologia


Durante a pandemia, a preocupação de muitas pessoas é o contágio da Covid-19 dentro do transporte coletivo por causa da aglomeração de pessoas e do contato com barras de apoio, que pode acarretar na contaminação cruzada, ou seja, pelo toque em superfícies.

Uma tentativa de minimizar os riscos foi encontrada pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos. Na última quarta-feira (28), foram entregues 12 ônibus que possuem uma tecnologia antiviral no tecido dos bancos e também nos apoios de mãos e catracas.

Esses veículos fazem parte da frota da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) e vão circular na região Oeste da Região Metropolitana de São Paulo. “Esse tecido antiviral tem a propriedade de neutralizar todos os vírus e matar as bactérias. Estamos hoje muito focamos no Covid-19, mas ele também combate outros vírus e todas as bactérias. Então você tem a proteção para as pessoas que estão usando de ter o revestimento dos bancos tudo antiviral. Além dos bancos, apoios de mãos e catracas, estão desenvolvendo um filtro para o ar-condicionado e uma película para ser colocada nos vidros para evitar a proliferação do vírus”, disse Ricardo Bastos, diretor da Chromaliquido, empresa responsável pela tecnologia.

A empresa afirmou que os tecidos são certificados pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) que “testaram a resistência física do produto e a eficiência antibacteriana e antiviral”. Os tecidos ainda resistem as higienizações e lavagens constantes, necessárias no transporte coletivo.

Cada veículo recebeu um investimento de R$ 7 mil e a previsão do Governo é que mais 200 veículos recebam a tecnologia. “À medida que a população volta a circular e a utilizar o transporte público, precisamos cada vez mais de iniciativas que busquem dar mais segurança às pessoas no combate à Covid-19 e outras doenças”, disse o vice-governador Rodrigo Garcia.

De acordo com o secretário estadual dos Transportes, testes estão sendo realizados no Metrô e CPTM. “Estão sendo avaliados orçamentos para que isso seja analisado nas mais de 1.200 composições e 216 trens e possamos planejar isso ao longo dos próximos meses”, disse Alexandre Baldy.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.