Governo de SP cria nova unidade de conservação na Serra da Mantiqueira

0
27

Há mais de 20 anos ambientalistas tentam proteger a Serra da Mantiqueira, mas a criação do Monumento Natural da Mantiqueira Paulista começou a ser estudada em 2015. Estão previstos investimentos de aproximadamente R$ 2 milhões nos próximos anos para a implementação e proteção do local


São 10 mil hectares de florestas, rios, campos e montanhas que se tornaram o Monumento Natural da Mantiqueira Paulista, uma nova área protegida criada pelo Governo do Estado de São Paulo.

A nova unidade de conservação fica localizada na Serra da Mantiqueira, entre as cidades de Cruzeiro e Piquete, e protege o Pico dos Marins e o Pico do Itaguaré.

Há mais de 20 anos ambientalistas tentam proteger a Serra da Mantiqueira, mas a criação do Monumento Natural da Mantiqueira Paulista começou a ser estudada em 2015.

Ao redor no Monumento, existem cerca de 100 propriedades privadas (3,5% do total da área) e, por isso, haverá desenvolvimento de atividade de moradia e de produção agrossilvipastoris.

Estão previstos investimentos de aproximadamente R$ 2 milhões nos próximos anos para a implementação e proteção do local. “A partir da criação da nova unidade de conservação, as atenções se voltam para ações que visam ao ordenamento turístico na região, permitindo a criação de novas opções de trabalho de forma ordenada, seguindo a vocação natural e histórica do lugar”, detalha a Fundação Florestal de São Paulo, responsável pela área.

A região é uma das principais atrações turísticas do Estado com cachoeiras, vias de escalada em rochas e trilhas. Também é conhecida pelo Túnel da Mantiqueira, que tem 997 metros de extensão e é localizado entre São Paulo e Minas Gerais, e foi palco de batalhas durante a Revolução Constitucionalista de 1932. A área faz parte do circuito paulista da Estrada Real.

O decreto que cria o Monumento Natural da Mantiqueira Paulista, também conhecido como MoNa, foi publicado no dia 5 de janeiro no Diário Oficial do Estado de São Paulo e estabelece os seguintes objetivos para o local:

“I – conservação da biodiversidade do corredor paulista da Serra da Mantiqueira, mediante apoio e incentivo a ações de proprietários particulares;

II – proteção dos atributos geológicos e geomorfológicos;

III – manutenção e incremento de serviços ecossistêmicos associados ao monumento natural, inclusive produção hídrica,

regulação climática, polinização, proteção do solo e da paisagem, manifestações culturais regionais e produção de alimentos;

IV – estabelecimento de mecanismos de gestão participativa;

V – ordenação e fomento ao turismo regional;

VI – promoção de projetos para a restauração ecológica e a produção sustentável na zona de amortecimento;

VII – prevenção e combate a incêndios e à degradação ambiental;

VIII – estímulo à educação ambiental regional e à capacitação dos atores locais;

IX – fomento à economia, ao desenvolvimento sustentável e à inclusão social regional”.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.