Estudo indica como o coronavírus age no cérebro

0
25

De acordo com estudo de pesquisadores da USP, o cérebro passa por uma “tempestade inflamatória”, devido a ativação excessiva de um receptor celular chamado P2X7R. Por causa disso, pacientes com distúrbios mentais são mais suscetíveis de desenvolver condições graves por causa da Covid-19


Como o coronavírus chega até ao cérebro?

O que o coronavírus provoca no cérebro?

“Estudos após a morte indicam que o vírus é capaz de infectar células do cérebro, uma vez que ele já foi identificado no tecido cerebral de pacientes infectados com o Sars-Cov-2”, explica Deidiane Elisa Ribeiro, primeira autora de um artigo de pesquisadores da Universidade de São Paulo que discute a atuação do coronavírus no cérebro.

O estudo sugere que o cérebro passa por uma “tempestade inflamatória”, devido a ativação excessiva de um receptor celular chamado P2X7R. Por causa disso, pacientes com distúrbios mentais são mais suscetíveis de desenvolver condições graves do sistema nervoso central por causa da Covid-19, de acordo com o professor do Instituto de Química da USP, Henning Ulrich. “A inflamação crônica no cérebro é uma característica em doenças psiquiátricas como depressão e também neurodegenerativas, como a doença de Parkinson”.

Uma das soluções para evitar condições severas pode ser remédios que diminuem a ativação do receptor celular P2X7R. “O que investigamos é o efeito danoso deste receptor na doença de Parkinson, em que estamos vendo características similares ao que estamos propondo aqui para a Covid, como a morte celular. Quando inibimos o receptor P2X7 em modelos animais, vemos tanto uma melhoria na função motora, afetada no Parkinson, como uma redução da morte neuronal, especificamente dos neurônios dopaminérgicos, envolvidos nesta doença, além de uma diminuição da neuroinflamação, com a redução da ativação excessiva da glia, que é muito danosa no sistema nervoso”, explica o professor Ulrich, principal nome no Brasil na pesquisa de doenças psiquiátricas e neurodegenerativas.

Infográfico feito pelos pesquisadores

SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.