Empresas criam programa de recompensa para reciclagem de embalagens de tinta

0
24

O descarte adequado de embalagens plásticas e metálicas, em lojas participantes, renderá pontos que poderão ser trocados por brindes ou descontos


Para aumentar a quantidade de materiais recicláveis e reduzir os impactos causados pelo descarte inadequado de resíduos, a empresa AkzoNobel e a startup Green Mining, lançaram um programa de recompensas para o mercado de tintas. O objetivo é estimular consumidores e, principalmente, pintores, a descartar de forma adequada as embalagens de tinta.

Em postos de coleta localizados em três unidades das lojas Casa Toni e três no Bazar das Tintas, todas na capital paulista, o consumidor poderá entregar baldes e latas de tinta vazias e acumular pontos que podem ser trocados por brindes como camisetas, bonés, macacões e trinchas ou por descontos nas próximas compras. Esta ação, chamada de “Pintando o Futuro”, quer estimular a recuperação das embalagens pós-consumo de forma eficiente, trazendo-as de volta para o ciclo de produção. Serão recebidas embalagens de qualquer tipo ou marca, no entanto, baldes de plástico e as da marca CORAL terão maior pontuação.

“Com esta parceria, estamos não somente promovendo a cultura da reciclagem, mas também vamos diminuir os impactos ambientais e recompensar o consumidor, principalmente pintores, que descartam uma grande quantidade de resíduos. Queremos mostrar que existe um ciclo virtuoso na valoração de embalagens quando usamos tecnologia para trazer a eficiência e rastreabilidade obrigatória. Afinal, a logística reversa só existe quando comprovada a procedência de materiais pós-consumo”, explica Rodrigo Oliveira, presidente da Green Mining.

Os baldes de plásticos e as latas seguirão para a reciclagem com a expectativa de retornarem ao ciclo de produção no futuro. “Além de captar oportunidades econômicas para o processo produtivo, como a redução de compra de matéria-prima virgem, estamos agregando valor aos produtos das marcas por meio desta utilização do fluxo reverso”, diz o presidente da startup.

“Sustentabilidade é um princípio fundamental e orienta nossas atitudes e forma de pensar. A implantação deste programa, ao lado de nossos parceiros, faz parte de mais uma das ações da AkzoNobel em prol da economia circular e nossa ambição de inovar de maneira sustentável”, afirma Elaine Poço, diretora de Pesquisa e Desenvolvimento e Sustentabilidade na América do Sul da AkzoNobel.

A parceria entre as empresas surgiu por meio do Braskem Labs – programa de aceleração de negócios com impacto socioambiental positivo da Braskem – que selecionou a Green Mining, especializada em logística reversa inteligente, para participação na edição de 2020. A partir das mentorias realizadas ao longo do ano, as empresas desenharam e desenvolveram, em conjunto, todo o projeto, desde a definição do local onde as embalagens seriam coletadas, tipo de materiais até o sistema de pontuação.

O sistema de pontuação funciona da seguinte maneira:

Em São Paulo, as embalagens podem ser descartadas nas seguintes lojas:

Casa Toni
• Praça Cívica, 27 / 51 (ant. Largo Tito) | Lapa
• Av. Diógenes Ribeiro de Lima, 2412 | Alto da Lapa
• Rua Artur de Azevedo, 996 | Pinheiros

Bazar das Tintas
• Av. Morumbi, 8281 | Vila Cordeiro
• Rua Tamandaré, 279 | Liberdade
• Rua Domingos de Morais, 749 | Vila Mariana


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.