Em SP, Governo e Prefeitura assinam convênio para segurança no trânsito

0
69

Parceria prevê unificar metodologias de dados de acidentes e mortes no trânsito entre o Estado, feito pelo Infosiga SP, e o município. Será possível aprofundar os diagnósticos a respeito da mortalidade no trânsito da capital e desenvolver políticas públicas cada vez mais eficientes


O Governo de São Paulo e a Prefeitura de São Paulo assinaram um convênio para promover ações conjuntas com foco na redução de acidentes e fatalidades de trânsito.

A parceria prevê a cooperação técnica entre o programa Respeito à Vida, da Secretaria de Governo do Estado coordenado pelo Detran.SP, e o Plano de Segurança Viária Vida Segura, da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes.

O convênio pretende unificar as metodologias de dados de acidentes e mortes no trânsito entre o Estado, feito pelo Infosiga SP, e o Município, realizado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). As equipes passarão a trabalhar juntas na coleta e análise dos acidentes.

Será possível aprofundar os diagnósticos a respeito da mortalidade no trânsito da capital e desenvolver políticas públicas cada vez mais eficientes. “Diversas ações vêm sendo adotadas para aumentar a segurança de condutores, ciclistas e pedestres. A cidade de São Paulo tem hoje o menor índice da série histórica, de 6,07 mortes no trânsito por 100 mil habitantes, enquanto a média no país é de 14. Esse convênio será muito importante para reduzirmos ainda mais esse número, uma vez que nenhuma morte no trânsito é aceitável”, disse a secretária municipal de Mobilidade e Transportes, Elisabete França.

Com mais de 15 milhões de habitantes, a cidade de São Paulo abriga 28% da frota e 27% das CNHs do Estado. De acordo com as estatísticas do Infosiga SP, a capital responde por 15% das fatalidades de trânsito e 22% dos acidentes com vítimas do Estado.

Entre janeiro e outubro deste ano, o número de fatalidades é 15% menor do que o registrado no ano passado e 34% menor na comparação com 2015. No Estado, a redução é de 24% em cinco anos, o que corresponde a mais de 1.200 vidas salvas.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.