De acordo com pesquisa, brasileiro quer mais ônibus elétricos nas cidades

0
9

A pesquisa “Mobilidade de Baixas Emissões, Qualidade do Ar e Transição Energética no Brasil” tinha o objetivo de “levantar junto aos cidadãos opiniões relacionadas à percepção da população brasileira sobre mobilidade de baixas emissões e qualidade do ar”


O brasileiro quer mais ônibus elétricos circulando pelas ruas das cidades. Essa é uma das principais conclusões da pesquisa “Mobilidade de Baixas Emissões, Qualidade do Ar e Transição Energética no Brasil”, feita pelo Instituto Clima e Sociedade.

“A percepção de que o carro elétrico é uma realidade possível aumentou de 46% para 71% em 3 anos”, revela a pesquisa. Os que querem mais ônibus elétricos são 92%.

Por telefone, foram entrevistadas 2 mil pessoas entre 6 e 16 de março de 2020. A pesquisa tinha o objetivo de “levantar junto aos cidadãos opiniões relacionadas à percepção da população brasileira sobre mobilidade de baixas emissões e qualidade do ar”.

Dentre os 2 mil entrevistados, 42% usam o ônibus como principal meio de transporte, 19% a bicicleta e 14% o carro.

No geral, em todo o país, o ônibus é o meio de transporte mais utilizado para 53% dos moradores das regiões metropolitanas. Em seguida vem a bicicleta (25%) para quem mora no interior e o carro (10%) para moradores do Norte e Nordeste.

Dos entrevistados, 47% possuem carro, 24% possuem carro e moto, e 24% não possuem nenhum veículo.

Enquanto a palavra que define “transporte público” é ônibus (22%), outros 14% lembram de conforto ao classificar o “carro”. Apesar de confortável, 39% das pessoas não pretendem comprar um carro nos próximos três anos por razões financeiras.

Ao serem questionados se trocariam seu atual meio de transporte por um mais limpo, 67% das pessoas informaram que sim (tanto as que possuem carro quanto as que não possuem). Felizmente, 29% não gostam da ideia de um transporte mais sustentável por causa do conforto (26%), praticidade (20%), segurança (16%) e tempo da viagem (13%).

A pesquisa destaca alguns pontos:

  • A maioria das pessoas está disposta a abrir mão do carro;
  • O metrô é considerado padrão de qualidade em transporte público;
  • É preciso que o ônibus persiga a qualidade do metrô;
  • Cresceu consideravelmente o número de pessoas que considera a bicicleta uma possibilidade real para se locomover.

Apesar de 29% não quererem um transporte mais sustentável, 42% admitem que os carros são a principal causa para a poluição do ar em suas cidades.

Cerca de 47% acreditam que o consumo de biocombustíveis deve aumentar, 37% preferem que aumentem o uso do hidrogênio, 51% o gás natural. Enquanto isso, 74% acham que é necessário reduzir o uso do diesel e 83% querem diminuir o uso da gasolina.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.