Cientistas estudam se células-tronco podem ajudar no tratamento de lesões nos joelhos

0
15

Como intervenções cirúrgicas nos joelhos nem sempre resolvem o problema do paciente, um grupo de médicos do Hospital das Clínicas da USP pesquisa se o implante de células-tronco na articulação do joelho pode tratar lesões


Células-tronco podem ser a solução para tratar lesões no joelho que nem sempre são resolvidas com intervenções cirúrgicas invasivas e complexas. O tratamento eficaz então, pode ser implantar células-tronco na articulação do joelho para a produção de membranas.

Para entender se o tratamento pode funcionar, uma pesquisa vem sendo desenvolvida pelo grupo de Medicina do Esporte do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Animais já foram utilizados em testes pré-clínicos que mostraram resultados positivos com a utilização de membranas encontradas em tecidos como medula óssea, tecido adiposo e revestimento da parede articular ou sinóvia. Isso pode resultar em tecido de gordura, ósse e cartilaginoso.

O estudo analisa a eficácia de membranas produzidas a partir da membrana sinovial, que reveste a parte interna das articulações, e da polpa dentária.

Segundo Tiago Lazzaretti Fernandes, cirurgião ortopédico e um dos cientistas do grupo, utilizar essas células-tronco, conhecidas como mesenquimais, é mais vantajoso. “As células-tronco embrionárias envolvem uma série de conflitos éticos e religiosos que dificultariam a pesquisa”, diz.

Como as técnicas cirúrgicas não são 100% eficazes atualmente, a pesquisa utiliza uma técnica parecida com o implante autólogo de condrócitos, que usa células da cartilagem extraídas do próprio paciente. Na pesquisa, são usadas células-tronco mesenquimais presentes na membrana sinovial ou na polpa do dente de leite para que produzam sua própria membrana ou matriz extracelular.

Os testes em porcos avaliaram se o implante repara uma lesão. “O joelho desse animal é muito parecido com o humano, do ponto de vista anatômico e fisiológico”, explica o médico.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.