Cientistas da USP criam teste mais barato para detectar a Covid-19

0
10

Através de uma gota de sangue, o “Teste Popular de Covid-19” analisa se os anticorpos da pessoa conseguem detectar a doença e também revela se a vacina que a pessoa tomou é capaz de produzir anticorpos contra o vírus


No ano passado, entre março e novembro, a rede pública de saúde do Estado de São Paulo realizou 4,6 milhões de testes do tipo RT-PCR para detectar o vírus da Covid-19 na população. Considerando que o Estado tem 44 milhões de habitantes, testar 4,6 milhões de pessoas não foi suficiente.

Isso porque os testes são caros e levam alguns dias para entregar o diagnóstico. Mas, pensando justamente nos custos que a Universidade de São Paulo desenvolveu um teste rápido que custa R$ 30, ou seja, é até cinco vezes mais barato que os testes vendidos nas farmácias.

Através de uma gota de sangue, o “Teste Popular de Covid-19” analisa se os anticorpos da pessoa conseguem detectar a doença e também revela se a vacina que a pessoa tomou é capaz de produzir anticorpos contra o vírus.

“Estamos buscando inovar em aspectos tecnológicos que permitam a realização de testes de uma forma mais rápida, não perdendo sua seletividade e especificidade. O procedimento de testagem utilizado no Teste Popular de Covid-19 da USP é de fácil execução e não demanda estrutura laboratorial. Os testes já estão em fase de validações e, até o presente momento, a leitura e interpretação dos resultados são realizadas em aproximadamente 10 minutos”, explica a pesquisadora Karla Castro, do Instituto de Química de São Carlos, da USP.

Apesar de ser parecido com os testes vendidos em farmácias, o Teste Popular de Covid-19 tem menos reagentes e sua produção pode ser feita exclusivamente no Brasil. “Temos que pensar na população brasileira. A proposta é fazer uma análise em massa da população, com um custo bem mais competitivo e viável para a nossa realidade econômica”, afirma Frank Crespilho, professor do Instituto de Química de São Carlos.

A previsão dos pesquisadores é comercializar o teste em dois meses, após regulamentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

TESTE DE COVID-19 PELA AMOSTRA DA SALIVA

O Teste Popular de Covid-19 não é o primeiro produzido pela USP. Em dezembro, o Centro de Pesquisa sobre o Genoma Humano e Células-Tronco (CEGH-CEL) disponibilizou um teste diagnóstico que é feito pela saliva e custa R$ 90 para que for a USP fazer a coleta e R$ 150 para quem fizer a auto coleta e enviar a amostra para a análise.

O exame pela saliva é uma alternativa ao exame padrão (RT-PCR), que detecta o vírus através da coleta feita com cotonetes introduzidos no fundo do nariz. O teste é baseado em uma técnica molecular utilizada para diagnóstico de doenças infecciosas, como a dengue e zika. A diferença entre o teste RT-PCR é que este utiliza reagentes importados (e mais caros) para a extração do RNA do vírus e o exame da USP não extrai o RNA do vírus.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.