Cidade de SP recebe semáforos antirracistas no Mês da Consciência Negra

0
89

Uma mão com punhos cerrados que simboliza a luta pelo fim do racismo foi implantada em semáforos de locais estratégicos e simbólicos da memória negra, como a Praça da República e a Praça da Liberdade


Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, que será celebrado no dia 20 de novembro, alguns semáforos da capital paulista receberam símbolos diferentes: uma mão com punhos cerrados que simboliza a luta pelo fim do racismo.

“Os pictogramas buscam dar visibilidade e o apoio necessários para discutir eliminação das desigualdades e definitiva inserção da população negra em uma sociedade justa, sem preconceitos, sem racismo, sem discriminação e que respeite e enalteça a cultura africana e afro-brasileira”, informou a Secretaria Municipal de Cultura, responsável pela iniciativa.

Os semáforos estão localizados em pontos estratégicos e simbólicos da memória negra:

● Av. Paulista, em frente ao MASP (no cruzamento com a Rua Peixoto Gomide) e também no cruzamento com a Al. Casa Branca: locais de grande circulação de pessoas e também palco de grandes manifestações

● Praça da República (na travessia com as Ruas 7 de Abril e do Arouche com a Av. Ipiranga): por ser um tradicional ponto de encontro dos grupos de manifestações culturais negras e imigrantes;

● Praça da Liberdade – um na travessia com a Av. Liberdade e outro no entroncamento com a Rua dos Estudantes e a Rua Galvão Bueno: já que o bairro da Liberdade foi um bairro negro em São Paulo e que, 2019, recebeu placas do programa Memória Paulistana com a sinalização das memórias negras no bairro.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

- Patrocinado -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.