Alunos de ETEC da Zona Oeste criam app para ajudar a população a descartar aparelhos eletrônicos

0
29

O aplicativo é fruto do Trabalho de Conclusão de Curso dos alunos do Curso Técnico Integrado ao Médio de Informática que, com o app, queriam reduzir o volume de lixo eletrônico que é descartado, de maneira indevida, junto ao lixo comum e acaba indo para os aterros sanitários contaminando o solo


Um aplicativo que ajuda a população a descartar aparelhos eletrônicos no local correto. Esse é o principal objetivo do E-Trash, app criado por alunos da ETEC Raposo Tavares, na Zona Oeste da capital, que conquistaram o 2º lugar na 3º edição do concurso Hackathon Acadêmico do Centro Paula Souza, realizado no ano passado.

O aplicativo é fruto do Trabalho de Conclusão de Curso dos alunos do Curso Técnico Integrado ao Médio de Informática que, com o app, queriam reduzir o volume de lixo eletrônico que é descartado, de maneira indevida, junto ao lixo comum e acaba indo para os aterros sanitários contaminando o solo.

Através do aplicativo, a população que quer dar o descarte correto para esses aparelhos eletrônicos pode consultar pontos de coleta próximos a suas residências.  Para empresas e instituições privadas está disponível um cadastro para que se tornem pontos de coleta de tablets, celulares, notebooks, computadores, televisões, rádios e outras coisas.

Para criar o aplicativo, o grupo de sete alunos realizou uma pesquisa com 100 pessoas:

  • 64% não conhecem um ponto de coleta;
  • 68% usariam o app E-Trash para se orientarem sobre o assunto;
  • 62% não sabem como realizar a destinação correta para os aparelhos;
  • 47% tinham algum aparelho para se desfazer sendo 53% celulares e 19% tablets;
  • 80% se preocupam com os efeitos que o descarte incorreto de eletrônicos pode trazer ao meio ambiente.

“Para que diminuíssem essas dúvidas da sociedade, desenvolve-se o E-Trash, para auxiliar pessoas físicas e jurídicas dando suporte à elas com o chatbot, onde a pessoa fará as perguntas e será respondida em instantes. Para que a pessoa possa visualizar os pontos de coleta, é utilizada uma tecnologia de geolocalização onde terá um mapa e ela verá os pontos de coleta daquela região”, explica o grupo.


SUGESTÕES DE PAUTA: [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.